Ferroviário-CE bate Caucaia na Taça Fares Lopes e se classifica à Copa do Brasil

Siloé, Edson Cariús e Keo Baiano fizeram os gols do Ferrão, enquanto Vanderlan marcou para a Raposa Metropolitana

por Rivail Oliveira

Campinas, SP, 04 (AFI) - Em um jogo dramático, o Ferroviário venceu o surpreendente Caucaia, por 3 a 1, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, e faturou neste domingo a Taça Fares Lopes, e representará o estado do Ceará na Copa do Brasil ao lado do Ceará e Fortaleza em 2019. Siloé, Edson Cariús e Keo Baiano fizeram os gols do Ferrão, enquanto Vanderlan marcou para a Raposa Metropolitana.

Foi uma partida dramática no PV. O Caucaia, time de apenas 14 anos de vida, da região metropolitana cearense, fez melhor campanha, jogava por resultados iguais e ainda saiu na frente no Castelão no primeiro jogo, 1 a 0 e poderia perder por um gol neste segundo encontro contra o Ferrão, campeão da Série D de 2018.

Ferroviário bate Caucaia na Taça Fares Lopes e se classifica à Copa do Brasil
Ferroviário bate Caucaia na Taça Fares Lopes e se classifica à Copa do Brasil
FERRÃO SAI NA FRENTE

E no primeiro tempo, o Tubarão da Barra pressionou na maioria do tempo chegando com perigo, aos três com Valdeci, aos seis com Cariús, aos oito com Siloé; o Caucaia chegou ao ataque aos oito com Ciel, aos dez com Tiaguinho, e 14 com Diego Silva. Mas a o Ferrão rez 1 a 0 aos 17: Tiaguinho saiu jogando mal, Siloé recuperou, avançou e batem sem chances para Rafael.

O time da capital precisava de mais um gol. E continuou insistindo, enquanto o Caucaia marcava forte: aos 22 Janeudo bateu forte; aos 27, Carius exigiu boa defesa do goleiro metropolitano; aos 32 Valdeci mandou de voleio para fora; nova saída de bola errada e Jean quase fez aos 33 para o Ferrao.

O jogo era intenso e nos dez minutos finais, o saiu mais e aos 38 a defesa tricolor tirou em cima da marca fatal e aos 42 Tiaguinho perdeu boa chance; teve tempo para mais duas chegadas do Tubarão, aos 40 com Janeudo e Valdeci aos 47.

EMOÇÃO ATÉ O ÚLTIMO MINUTOS

No segundo tempo o Caucaia começou assustando e aos quatro Ciel serviu Netinho, que perdeu. No contra-golpe, o Ferroviário foi fatal e aos oito, Edson Carius entrou em velocidade se livrou da marcação, do goleiro Rafael e marcou um belo gol, 2 a 0 Ferrão. Esse placar ia dando o título ao time da capital.

Com isso o tricolor metropolitano saiu para o tudo ou nada e o jogo ficou mais aberto: aos dez, Cleo arriscou, aos 13, Moré de cabeça perdeu; o Ferrão respondeu com Siloé aos 18 e Janeudo aos 20. Nova descida do Caucaia e aos 22, Moré desperdiçou. E de tanto pressionar, o Caucaia marcou seu gol aos 36. Ciel bateu forte na entrada da área, a bola bateu no poste de Gleibson e Vanderlan apareceu e mandou para as redes, 2 a 1, resultado que ia dando o título inédito ao time metropolitano.

PRESSÃO NO FIM

Porém,a pressão total do Ferrão nos minutos seguintes deu resultado. Aproveitando uma falha de marcação do Caucaia, aos 41, num cruzamento, Cariús testou, Rafael fez uma grande defesa, e Keo Baiano, livre e solto só tocou para as redes, 3 a 1, gol do título do Ferroviário. O Caucaia ainda tentou e perdeu duas grandes chances no final, mas ficou nisso: Ferroviário, campeão da Taça Fares Lopes de 2018 e com vaga garantida na Copa do Brasil de 2019.

Tubarão supera Raposa e está  na Copa do Brasil de 2019
Tubarão supera Raposa e está na Copa do Brasil de 2019
PRÓXIMOS DESAFIOS

Agora o ano fecha para as duas equipes. O Ferrão estará focado em 2019 no Cearense, Copa do Brasil e Brasileiro da Série C. O Caucaia EC buscará o acesso para a elite do futebol cearense em 2019.

Caucaia 1x3 Ferroviário
Taça Fares Lopes 2018, final - 2º jogo
Local: Presidente Vargas, Fortaleza,
Data: 04/11/2018 - 16h
Arbitro: Avelar Rodrigo; assistentes: Mardônio Ribeiro e Armando Lopes
Cartões amarelos - Lincoln,Diego Silva, Talisson, Olavio (Caucaia), Janeudo, Lucas Mendes, André Lima, Edson Carius (Ferroviario)
Cartões vermelhos: Lucas Mendes (Ferroviário), Diego SIlva (Caucaia)
Gols: Caucaia - Vanderlan aos 36´2T; Ferroviário -Siloe aos17´1T, Edson Carius aos 8´ 2T, Keo Baiano aos 41´2T

Caucaia
Rafael
Talisson, Olavio , Luis Gustavo (Cleo) e Elves
Lincoln, Diego Silva, Netinho (Moré) e Tiaguinho (Tininho)
Ciel e Vanderlan
Técnico: Washington Luiz dos Santos

Ferroviário
Gleibson
Lucas Mendes. Da Silva, André Lima (Da Silva) e Jean
Mazinho, Siloé (Keo Baiano), Janeudo e Leanderson
Edson Carius e Valdeci (Robson Simplicio)
Técnico: Marcelo Vilar

 
 
" />