Edílson Capetinha segue preso e é transferido para penitenciária de Florianópolis

Ex-jogador que foi pentacampeão mundial está na capital de Santa Catarina e espera por habeas corpus

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 06 (AFI) - Detido desde o último sábado por não pagar pensão alimentícia para um dos filhos, o pentacampeão mundial Edilson Capetinha segue preso. Enquanto aguarda um julgamento de um habeas corpus após um pedido de seu advogado, o ex-jogador foi transferido para a Casa do Albergado de Florianópolis, na noite deste domingo após passar pela delegacia da cidade de Rio Negrinho e pelo Presídio Regional de Mafra.

Edílson Capetinha segue preso e é transferido para penitenciária de Florianópolis
Edílson Capetinha segue preso e é transferido para penitenciária de Florianópolis
O ex-jogador estava no município no norte do estado, para participar de um jogo festivo e de um jantar. A cidade fica cerca de 262 km da capital catarinense.

Edílson foi encaminhado para o Presídio Regional de Mafra, também na região, e depois transferido à capital. Além dele, o ex-meia Marcelinho Carioca estava confirmado no evento.

Edilson Capetinha é cobrado pelo atraso de mais de R$ 110 mil. Segundo o ex-atleta, ele não paga dessa quantia pois há uma tentativa de correção desse valor.

Essa é a quarta vez que o ex-jogador foi preso, a última inclusive aconteceu a um ano, em agosto de 2017, em Salvador.

 
 
" />