Edílson Capetinha é preso antes de partida festiva com Marcelinho Carioca

Essa é a quarta vez que o ex-jogador tem problemas com a Justiça por não pagar pensão alimentícia

por Agência Futebol Interior

Rio Negrinho, SC, 04 (AFI) - Edílson ‘Capetinha’ foi preso na tarde deste sábado, em Rio Negrinho, Santa Catarina, por não pagar pensão alimentícia. Ele estava na cidade catarinense para participar de um jogo festivo ao lado do amigo Marcelinho Carioca, mas recebeu uma intimação judicial e foi encaminhado ao presídio de Mafra, cidade próxima a Rio Negrinho.

Pentacampeão com a seleção brasileira e ex-atacante de times como Corinthians, Palmeiras e Flamengo, Edilson já tem um histórica de problemas com a Justiça. Só por não pagamento de pensão, já foi detido em 2014, 2016 e 2017.

A Holder Serviços e Evento, empresa que organizou o evento do qual o ex-jogador participaria, soltou uma nota oficial para explicar a situação.

VEJA A NOTA:

“Comunicamos que fatos alheios à nossa vontade impediram a participação do jogador Edilson Capetinha em nosso evento de hoje… Mas, ao chegar em Rio Negrinho hoje (sábado, dia 4 de agosto), recebeu uma intimação judicial e foi deslocado pela Polícia Civil até Mafra, onde atenderá resultados de processo no qual é réu.

Lamentamos pelo atleta e a todos os que aguardavam vê-lo em Rio Negrinho.

Porém, não deixaremos este imprevisto impedir o brilho deste evento, que continuará a ser sucesso até o fim.

A Holder Serviços e Eventos já está tomando as providências cabíveis para resolver a situação com os empresários do jogador.

Sem mais, estamos à disposição e desejamos novamente um excelente evento a todos, com a companhia e o talento de Marcelinho Carioca”.

 
 
" />