Em reencontro, Chapecoense vence San Lorenzo e conquista Troféu Mário Lanznaster

Torneio amistoso, disputado na Arena Condá, em Chapecó, foi conquistado pelo Verdão do Oestes após 2 a 1

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 11 (AFI) - Há um ano e sete meses, a Chapecoense fazia história. Em 23 de novembro de 2016, o Furacão do Oeste venceu o San Lorenzo, da Argentina, e carimbou a passagem para a decisão da Copa Sul-Americana, etapa em que encontraria o Atlético Nacional, de Medellín. Aqueles jogos jamais aconteceram por conta do trágico acidente que vitimou 71 pessoas - 19 eram jogadores da equipe brasileira.

Na noite desta quarta-feira, catarinenses e argentinos voltaram a se encontrar na Arena Condá, em Chapecó. Dessa vez, para uma partida amistosa, que valeria o Troféu Mário Lanznaster. Após um primeiro tempo movimentado, com três gols, os donos da casa conseguiram a vitória por 2 a 1 diante de 3.086 torcedores.

Amaral com o Troféu Mário Lanznaster (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)
Amaral com o Troféu Mário Lanznaster (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

O tento de abertura foi feito pelo atacante Wellington Paulista, logo no primeiro minuto de jogo. Vinícius mandou para a área, e o centroavante desviou para o fundo do barbante. O confronto ficou aberto, e o Ciclón chegou à igualdade pouco depois, aos 13.

Depois de batida de escanteio, o zagueiro Paulo Díaz mandou para a meta defendida por Ivan, substituto de Jandrei. Em nova bola alçada, o time tupiniquim voltou a ficar à frente, dessa vez, com Luiz Otávio. No segundo tempo, os dois treinadores fizeram uma série de alterações, o que fez com que o nível da partida caísse consideravelmente. Não à toa, o marcador seguiu 2 a 1.

SEQUÊNCIA
A Chapecoense agora foca nos últimos ajustes antes da retomada do Brasileirão. Na quinta-feira, dia 19, a equipe alviverde recebe o Bahia, na Arena Condá, pela 13ª rodada, às 19h30, em confronto direto contra a zona de rebaixamento.

Espaço incorporado por HTML (embed)

 
 
" />