LUTO: Morre o zagueiro Nelson Vasques, que fez história nos anos 80

No auge do futebol mato-grossense, Nelson Vasques foi ídolo do Mixto e Dom Bosco e várias eleito como o maior zagueiro do Estado

por Jorge Maciel - Futebolpress

Cuiabá, MT, 06 (AFI) - O ex-zagueiro e ex-técnico Nelson Vasques faleceu no início da noite desta quarta-feira (06) vítima de complicações no fígado. O ex-atleta, ídolo do Mixto nos anos 80, teve hemorragia pós-operatória na tentativa dos médicos, no Hospital Santa Rosa, em extirpar um tumor maligno no fígado.

Nelson completou 66 anos no dia 3 de março passado e estava trabalhando em uma escolinha de futebol. Ele deixa três filhas e a esposa.

Nelson na atualidade, como treinador do Mixto e como campeão estadual pelo mesmo clube em 1982
Nelson na atualidade, como treinador do Mixto e como campeão estadual pelo mesmo clube em 1982

Já aposentado, o atleta teve complicação cirúrgica proveniente de um tumor no fígado, que não vinha tratando regularmente. O velório acontecerá hoje (6) Capela do CPA e o enterro está previsto para amanhã (dia 7) no período vespertino.

HISTÓRICO
Nelson Roberto Vasques foi o maior zagueiro do futebol de Mato Grosso de todos os tempos. Sua carreira começou nas divisões de base do Flamengo com Zico, Geraldo, Jaime, entre outros. Ainda nas divisões de base, jogou também no Botafogo-RJ. Primeiro foi escalado como armador, depois volante e fixou-se na zaga, posição na qual fez história.

Trazido para Cuiabá pelo empresário Benê Soares, veio do Pinheiros de Curitiba (hoje extinto e transformado em Paraná Clube a partir da fusão com Colorado e Pinheiros), ele chegou no ano de 1973 e se tornou ídolo do Mixto e do Dom Bosco, os dois mais antigos clubes do Estado. Por aqui ficou, casou, virou técnico do Tangará, Palmeiras e do Mixto. Abriu e ensinou futebol em escolinhas e times amadores de clubes tradicionais. Lesionado no joelho, encerrou a carreira em 1984.

 
 
" />