Detido por não pagar pensão, Edilson Capetinha é transferido para presídio na Bahia

O jogador está preso desde a última terça-feira, mas seguia na Coordenadoria da Polícia Interestadual

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 17 (AFI) – O ex-jogador Edilson ‘Capetinha’ vive situação delicada com a Justiça. Preso há dois dias por não pagar pensão alimentícia, o pentacampeão foi transferido para um presídio nessa quinta-feira.

Edilson estava na Coordenadoria da Polícia Interestadual e foi levado para o Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador.

O ex-jogador foi preso na terça-feira, quando estava em um shopping, também em Salvador, e foi abordado por policiais. O valor de pensão não foi divulgado.

OUTRAS PRISÕES
Nas outras vezes em que foi levado para a prisão, o ex-jogador precisou acertar uma dívida de R$ 430 mil de pensão alimentícia de seus filhos.

O ex-atacante também responde a acusações de fraudes em pagamentos de prêmios da Loteria Federal. Ele chegou a ser conduzido para depoimentos na Polícia Federal, mas liberado no mesmo dia.