Torcedores criam campanha para seus jogadores "quebrarem" o Robinho

Campanha dos internautas consiste em liberar um dos jogadores do seu time do coração a descer a botinada no atacante

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 16 (AFI) - Tão logo foram reveladas as transcrições de interceptações telefônicas do Caso Robinho em que ele e seus amigos são acusados de estupro em Milão, na Itália, internautas brasileiros - de todos os clubes - lançaram, nas redes sociais, a campanha #LevantaoRobinho.

A campanha dos internautas consiste em liberar um dos jogadores do seu time do coração a descer a botinada no novo jogador do Santos. Os torcedores têm escolhido seus jogadores mais esquentadinhos para dar um chega pra lá no "Rei das Pedaladas".

Desde o interesse do Santos pelo experiente atacante, inúmeros torcedores, não só do Peixe, têm criticado a postura do clube paulista. Com a confirmação da contratação e da revelação do caso, a campanha esquentou as redes sociais nesta sexta-feira e se tornou o assunto mais comentado no Brasil.

Campanha pegou fogo nas redes sociais.
Campanha pegou fogo nas redes sociais.

O CASO!
Em 2017, a Justiça italiana se baseou principalmente nessas gravações para condenar o atacante em primeira instância a nove anos de prisão. Robinho foi anunciado como reforço pelo Santos no último fim de semana.

De acordo com a investigação, Robinho e outros cinco amigos, incluindo Ricardo Falco, que também foi condenado, levaram a mulher ao camarim de uma boate chamada Sio Café, em Milão, e lá abusaram sexualmente dela.

O caso aconteceu em 22 de janeiro de 2013, quando o atleta defendia o Milan. Os outros suspeitos deixaram a Itália ao longo da investigação, e por isso a participação deles no ato é alvo de outro processo.