Há 21 anos, Palmeiras eliminava Corinthians na Libertadores

Mesmo com a vitória no tempo regulamentar, a equipe alvinegra perdeu a vaga nos pênaltis

por Federação Paulista (FPF)

São Paulo, SP, 12 (AFI) - Há 21 anos, Corinthians e Palmeiras faziam um duelo histórico pela Libertadores daquele ano. Naquele 12 de maio, no estádio do Morumbi, a equipe alvinegra vencia por 2 a 0 o rival, no segundo jogo das quartas de final, levando a disputa para os pênaltis, na qual a equipe alviverde conseguiu a vaga.

Ainda na fase de grupos as equipes já haviam se enfrentado, já que estavam no Grupo 3, ao lado de Cerro Porteño-PAR e Olímpia-PAR, sendo uma vitória para cada lado -a primeira partida da temporada foi uma vitória de 1 a 0 do Palmeiras, enquanto a penúltima rodada foi vitória do Corinthians por 2 a 1. Classificaram para a próxima fase as equipes brasileiras e o Cerro Porteño.

Nas oitavas de final, a equipe comandada por Luiz Felipe Scolari enfrentou o Vasco, empatando o primeiro jogo por 1 a 1 e vencendo o adversário, que jogava em casa, por 4 a 2. O Corinthians teve uma atuação parecida: jogando contra o Jorge Wilstermann-BOL, empatou a primeira partida também 1 a 1, mas vencendo a volta por 5 a 2.

Há 21 anos, Palmeiras eliminava Corinthians na Libertadores
Há 21 anos, Palmeiras eliminava Corinthians na Libertadores

Havia chegado o momento do reencontro das duas equipes, que buscavam um título inédito. O primeiro jogo, disputado no Morumbi, foi vencido pelo Palmeiras pelo placar de 2 a 0, com gols de Oséas e Rogério. O jogo de volta, também no Morumbi, terminou com o mesmo placar, só que para o Corinthians, com gols de Ricardinho e Edílson. Como houve igualdade no placar, a disputa pela vaga da semifinal foi para os pênaltis.

As cobranças começaram com a equipe corinthiana, que converteu a batida de Rincón. Arce deixou tudo igual para os palmeirenses. Dinei, chutando para fora, e Vampeta, parando em Marcos, perderam as suas, enquanto Evair e Rogério converteram para deixar o Palmeiras na frente. Nas últimas cobranças, Silvinho marcou o seu e Zinho garantiu a classificação alviverde para a semifinal do torneio internacional.

TÍTULO INÉDITO
Após conseguir a classificação contra o rival, o Palmeiras enfrentou o River Plate-ARG, perdendo o jogo de ida na Argentina por 1 a 0. A partida de volta, no Palestra Itália, foi marcada por uma atuação irretocável de Alex -que marcou duas vezes- e uma vitória por 3 a 0.

Na final, enfrentou o Deportivo Cali-COL e perdeu a primeira partida, disputada na cidade colombiana, por 1 a 0. Na volta, no antigo Palestra Itália, venceu por 2 a 1 e a disputa foi para os pênaltis. O Palmeiras abriu as cobranças com Zinho, que mandou no travessão e a equipe colombiana errou a quarta e a quinta cobranças, com Bedoya e Zapata. O placar final apontou 4 a 3 para os brasileiros.

NA LIBERTADORES
O Palmeiras, ao lado do São Paulo, é a equipe que mais participou da Libertadores, com 20 no total e um título, em 1999. O Corinthians, que venceu em 2012 a competição, já participou 14 vezes, mesmo número do Santos. Ao todo, as equipes se enfrentaram seis vezes pela disputa, sendo três vitórias para cada lado.

FICHA TÉCNICA
Corinthians 2x0 Palmeiras
Local:
Cícero Pompeu de Toledo, São Paulo, SP
Data: 12/05/1999 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Oscar Roberto de Godoi
Gols: Ricardinho, Edílson (Corinthians)
Cartões vermelhos: Edílson (Corinthians); Júnior (Palmeiras)

Corinthians: Maurício; Índio (Rodrigo), Gamarra, Nenê, Silvinho, Freddy Rincón, Vampeta, Ricardinho (Amaral), Marcelinho Carioca, Edílson e Fernando Baiano (Dinei).
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Palmeiras: Marcos; Arce, Júnior Baiano, Cléber, Júnior, Galeano (Euller), César Sampaio, Alex (Rogério), Zinho, Paulo Nunes e Oséas (Evair).
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Letícia Denadai, especial para a FPF