Corinthians e Palmeiras retomam treinos com pouca novidade e disputa por Michael

Atacante do Goiás é o principal alvo dos rivais paulistas no mercado da bola

por Agência Estado

São Paulo, SP, 06 - A temporada 2020 começa nesta segunda-feira para Corinthians e Palmeiras. Os elencos retomam as atividades no início da pré-temporada com poucas novidades, ansiosos pela Florida Cup e ainda à espera por mais reforços.

Em uma janela de poucas contratações, os dois rivais têm como grande atração a presença de novos treinadores e a busca pelo atacante Michael, do Goiás.

A revelação do último Campeonato Brasileiro despertou o interesse dos dois rivais desde o fim da temporada passada.

MERCADO

Com 22 anos, Michael recebeu uma proposta do Corinthians de cerca de R$ 22 milhões. Palmeiras e Flamengo também procuraram o Goiás, mas o clube esmeraldino sinalizou que só liberaria o jogador se recebesse por volta de R$ 45 milhões.

Michael está valorizado após bom Brasileirão pelo Goiás -  Rosiron Rodrigues / Goiás EC
Michael está valorizado após bom Brasileirão pelo Goiás
Pelo menos em contratações garantidas, o Corinthians está à frente do rival até agora. O clube do Parque São Jorge fechou a vinda do atacante Luan, do Grêmio, por R$ 22 milhões, e trouxe o volante colombiano Victor Cantillo, ex-Junior Barranquilla.

Enquanto isso, o Palmeiras não anunciou nenhum reforço até agora, porém continua com negociações em andamento.

TIMÃO

O Corinthians vai iniciar a temporada sob o comando do treinador Tiago Nunes, campeão da última Copa do Brasil pelo Athletico-PR.

A escolha pelo jovem técnico de 39 anos mostra o plano da diretoria de mudar um pouco o estilo de jogo do clube. A ideia é montar uma equipe mais ofensiva, com postura próxima à aplicada pelo treinador durante o seu último trabalho.

ALVIVERDE

Assim como o Corinthians, o Palmeiras inicia a temporada 2020 nesta segunda-feira porque viaja no próximo dia aos Estados Unidos para a disputa da Florida Cup. Será a primeira participação alviverde na competição.

Agora comandado por Vanderlei Luxemburgo, o time quer aplicar uma reformulação no elenco, com a entrada de jogadores das categorias de base.

O Palmeiras inicia a temporada com nove garotos revelados dentro de casa. O destaque é Gabriel Veron, de 17 anos, autor de dois gols no Brasileiro do ano passado.

O clube passou por uma grande mudança na diretoria, ao demitir em dezembro Alexandre Mattos e trazer Anderson Barros, ex-Botafogo, para trabalhar como diretor de futebol.

Até agora, as negociações sacramentaram só saídas: Borja, Thiago Santos, Fernando Prass e Antonio Carlos deixaram o clube.

VOLTA NA QUARTA

Como não vão disputar a Florida Cup, Santos e São Paulo só vão se reapresentar na quarta-feira para o início da pré-temporada.

A expectativa na Vila Belmiro é pela chegada do técnico português Jesualdo Ferreira. O novo comandante vai encontrar um elenco pouco modificado em comparação ao último ano. Chegaram o lateral Madson e o atacante Raniel.

Já o São Paulo é o único grande do futebol paulista que não trocou de técnico. Fernando Diniz continua no cargo e vai trabalhar com um plantel quase idêntico ao do ano passado.

A grande movimentação da diretoria no fim de 2019 foi comprar o goleiro Tiago Volpi por R$ 21 milhões. O jogador pertencia ao Querétaro, do México.