Santos e São Paulo disputam meia colombiano finalista da Sul-Americana

O principal atrativo para contratar o meia são justamente os valores dentro dos padrões brasileiros

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 10 (AFI) – O futuro do jovem Jarlan Barrera deve ser o futebol brasileiro. Finalista da Copa Sul-Americana com o Júnior Barranquilla, o jogador de apenas 23 anos tem contrato só até dezembro deste ano e está na mira de Santos e São Paulo, que já conversam com os seus empresários. Ele é considerado uma das principais promessas do clube e pede valores dentro do padrão, aproximadamente 1 milhões de dólares em luvas e R$ 200 mil de salário.

O principal atrativo para contratar o meia são justamente os valores. Em final de contrato, os clubes não precisaram negociar com o Barranquilla e já iriam com a proposta direto para os empresários, que tem interesse em atuar no mercado brasileiro. Jovem, o jogador tem potencial para atuar na Europa. Revelado nas categorias de base do Júnior, ele tem 151 jogos no clube colombiano, com 27 gols marcados.

Jarlan Barrera, meia do Júnior Barranquilla, está na mira de Santos e São Paulo. Foto: Gabriel Aponte/Getty Images
Jarlan Barrera, meia do Júnior Barranquilla, está na mira de Santos e São Paulo. Foto: Gabriel Aponte/Getty Images
A primeira opção do São Paulo era Edwin Cardona, antigo meia do Atlético Nacional e que atualmente está no Monterrey, do México, mas atua pelo Boca Juniors. Só que o jogador tem um padrão muito alto, com salários acima de R$ 500 mil mensais (teto do clube) e ainda dependeria de um investimento em torno de R$ 27 milhões para contratar, totalmente fora dos padrões do clube brasileiro. Barrera seria uma segunda opção para o meio.

O Santos, por outro lado, vem negociando com Thiago Neves, do Cruzeiro, para reforçar o clube na próxima temporada. Mesmo se concretizar o acerto com o jogador, trazer Barrera para o Brasil não está descartado. Os dois clubes aguardam a próxima quarta-feira, quando o Júnior Barranquilla vem até Curitiba jogar a final da Sul-Americana, para seduzir o jovem meia colombiano e assinar contrato já de olho em 2019.