BOMBA! Dentinho pode "virar casaca" e parar no Palmeiras

por Agência Futebol Interior

Corinthians, o atacante Dentinho (foto) pode virar a casaca e vestir a camisa do São Paulo, SP, 11 (AFI) - Um dos principais ídolos do atual elenco do Palmeiras. É que, conforme informações do Verdão venceu uma ação judicial contra o Timão no valor de R$ 16 milhões, no Painel FC da Folha de S. Paulo, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).A ação é referente a conturbada transferência do lateral-volante Rogério, que

Confira também:
Onde Anda: Rico, ex-atacante de São Paulo e Grêmio

tinha vínculo com o clube palestrino quando se transferiu ao time palestrino, em 2001. Caso não tenha o dinheiro para pagar a dívida, a diretoria corintiana pode ter de ceder algum jogador e Dentinho é o mais comentado nos bastidores palmeirenses.

Dando a vitória como certa, o departamento jurídico do Palmeiras já mandou que a ação seja executada. "Estamos iniciando a execução. Eles terão de pagar o valor ou então dar algum bem como garantia", disparou o advogado alviverde, Antonio Carlos Corcione ao Painel FC.

Apesar disso, o Corinthians ainda tem uma última chance de reverter essa situação. O clube pode e promete recorrer dentro do prazo estabelecido no Superior Tribunal de Justiça, em Brasília.Os advogados corintianos acreditam que a decisão foi equivocada e garantem que possam revogá-la. Segundo eles, quem deveria arcar com essa dívida, caso a decisão não seja alterada, é o próprio Rogério.

Mais sobre Rogério


Revelado pelo União São João, Rogério ganhou destaque no cenário nacional atuando pelo Palmeiras entre 1996 e 2000. Em 2001, porém, ele se transferiu ao Corinthians e o clube alega que o mesmo já não tinha mais contrato com o rival. O volante assinou com o Timão sem pagar o valor do passe ao Verdão.No Parque São Jorge, o jogador atuou até 2004, quando decidiu sair para o exterior. Ele, entretanto, ficou menos de um ano no Sporting Lisboa-POR, antes de voltar ao Brasil, para defender o Fluminense.



Após dois anos nas Laranjeiras, o atleta começou sua derrocada e foi parar no Itumbiara-GO, em 2006. Antes de encerrar a carreira, ele ainda atuou por Santo André e São Caetano.