Em 2021, futebol paulista volta a ter 17 equipes com calendário nacional

Acessos de Mirassol e Novorizontino classificaram Ferroviária e Inter de Limeira ao quarto escalão nacional

por Federação Paulista (FPF)

São Paulo, SP, 11 - Com os acessos de Mirassol e Novorizontino à Série C do Campeonato Brasileiro neste final de semana e a consequente classificação de Ferroviária e Inter de Limeira à Série D, o futebol paulista confirmou a presença de 17 equipes com calendário nacional na temporada 2021. O número é recorde desde 2009, quando teve início a disputa do quarto escalão nacional e iguala a temporada de 2017.

Entre as equipes que disputam o Paulistão Sicredi, apenas o São Caetano não terá calendário nacional nesta temporada. Ao mesmo tempo, Oeste e Portuguesa, que disputam o Paulistão A2 Sicredi, jogarão um torneio nacional no segundo semestre. O time do Canindé retorna ao cenário com a disputa da Série D, enquanto o de Barueri luta contra o rebaixamento na Série B.
Novorizontino conquistou acesso inédito à Série C (Foto: Maria Paula Laguna/Novorizontino)
Novorizontino conquistou acesso inédito à Série C (Foto: Maria Paula Laguna/Novorizontino)

Desta maneira, Corinthians, Palmeiras, Red Bull Bragantino, Santos e São Paulo devem estar na elite em 2021, onde Guarani e Ponte Preta e buscam um lugar na próxima temporada. Já Botafogo e Oeste lutam pela permanência na Série B, divisão que pode ter o Ituano como novidade, já que o Rubro-Negro ainda disputa a ascensão a duas rodadas do fim.

Mirassol e Novorizontino jogam a Série C, ao passo que Portuguesa, São Bento, Inter de Limeira, Ferroviária e Santo André estarão na Série D.