Times da Copa Paulista e da Segundona fazem consulta por técnico Marcos Campagnollo

“Tenho recebido algumas sondagens e estou analisando com calma. Quero assumir uma equipe para brigar por coisas grandes"

por Nilson Zanchetta Junior

Por Nilsinho Zanchetta

Campinas, SP, 20 (AFI) - O técnico Marcos Campagnollo vem sendo consultado por equipes que estão na disputa do Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão e por equipes que se preparam para a Copa Paulista, com início marcado para 4 de novembro.

Antes da pandemia, Marcos Campagnollo estava à frente do Taquaritinga para a disputa da Segundona, porém, com o novo coronavírus, o CAT desistiu de participar da competição e o técnico Marcos Campagnollo deixou o clube.

“A pandemia atrapalhou os nossos planos, tínhamos um projeto pronto para levar o CAT à Série A3 do Paulista.

Havíamos montado um time com jogadores pontuais para cada posição, a diretoria os torcedores estavam empolgados com o nosso trabalho, mas com a vinda da pandemia, o clube resolveu desistir de disputar o campeonato”, explicou Campagnollo.

Técnico Marcos Campagnollo
Técnico Marcos Campagnollo

ANALISANDO PROPOSTAS

Na mira de clubes do futebol paulista, Marcos Campagnollo vem estudando com calma as oportunidades para colocar em prática sua experiência e o seu conhecimento adquirido no futebol, desde à época em que atuou como zagueiro, tornando-se ídolo do Noroeste de Bauru nos anos 90.

“Tive uma carreira consolidada como jogador, conquistei a torcida do Noroeste com muita garra e determinação dentro de campo.

Fui vitorioso como atleta e quero ser agora como treinador, por isso, adquiri as licenças A e B da CBF, e estou pronto para vencer como treinador”, declarou Marcos Campagnollo que atuou como jogador também por Londrina, URT, Garça, União Bandeirante-PR, Velo Clube e União São João de Araras.

EXPERIENTE

Como técnico, dirigiu equipes tradicionais do futebol paulista como São Carlos, Matonense, Rio Branco de Americana, Mogi Mirim e Velo Clube, onde em 2012 levou o Velo Clube as quartas de final da Copa SP de Futebol Junior.

“Tenho recebido algumas sondagens e estou analisando com calma, quero assumir uma equipe para brigar por coisas grandes. Desde quando fui jogador nunca gostei de perder, como treinador também quero ser vitorioso”, finalizou.