Conhecido no interior paulista, Fahel Junior analisa propostas para segundo semestre

Treinador cumpre período de estudos e pretende confirmar a licença da CBF para seguir a jornada de títulos e acessos à beira do gramado

por Grande Área - Campinas

Campinas, SP, 15 (AFI) - Técnico com grande respeitabilidade no interior de São Paulo, Fahel Junior cumpre um período de estudos enquanto analisa propostas para o segundo semestre de 2017. O comandante de 53 anos, que trilhou vitoriosa trajetória no Japão, conquistando 16 títulos em 11 anos, possui uma sólida jornada no futebol, dirigindo clubes como Santo André, Ituano, Botafogo de Ribeirão Preto e Rio Claro – onde protagonizou uma inédita e histórica campanha na elite estadual, em 2014, deixando o Galo Azul na terceira posição do grupo D, com cinco vitórias, cinco empates e cinco derrotas –, mira a licença da CBF para seguir com um trabalho de excelência à beira do gramado.

“Estou cumprindo um prolífico período de estudos e atualização, observando muitos jogos e analisando o encaminhamento do futebol brasileiro e internacional. Também pretendo tirar a licença da CBF para dar sequência à carreira. A presença da família é muito importante para revigorar a nossa mente e preparar o psicológico para os futuros desafios”, disse, antes de discorrer brevemente sobre as propostas para o segundo semestre.
Fahel Junior analisa propostas para o segundo semestre
Fahel Junior analisa propostas para o segundo semestre

“Recebi um convite muito especial: ministrar clínicas de futebol nos Estados Unidos. Já estou com o visto confirmado para dar início ao projeto em vários estados americanos. Porém, minha prioridade é seguir no Brasil. Desejo fechar com algum clube por aqui”, afirmou Fahel Junior, que chegou a negociar com o Macaé, clube que disputa a Série C do Campeonato Brasileiro.

“O Macaé me procurou, apresentando o planejamento para a disputa da Série C. Entretanto, a negociação não teve andamento. As propostas da diretoria não foram aceitas por mim e acabamos encerrando as tratativas. Sigo aberto às propostas”, revelou.

PRINCIPAIS CAMPANHAS DE FAHEL JÚNIOR
À frente do Santo André, Fahel Junior realizou 35 partidas, trilhando o ótimo retrospecto de 19 vitórias, dez empates e apenas seis derrotas. O comandante salvou o Ramalhão do iminente rebaixamento à Série C do Brasileiro (2007), conquistou o troféu da Série A2 estadual (2008) e montou a equipe vice-campeã da Série B nacional na mesma temporada. Por sua vez, dirigindo o Rio Claro, o multicampeão protagonizou a melhor campanha do Galo Azul na Série A1, em 2014 – ao todo, foram 17 triunfos, 19 igualdades e 14 revezes em 50 duelos por três diferentes torneios.

Comandando o Votuporanguense, em 2016, Fahel Junior operou um milagre: recebeu a equipe na lanterna da Série A2 e confirmou a improvável reação da Pantera, com sete vitórias, cinco empates e quatro derrotas. Por muito pouco, a equipe classificada como rebaixada não conseguiu a classificação para a segunda fase.

Dentre os principais trabalhos do treinador, também constam Ituano (8 jogos), Noroeste (15 jogos), São José-SP (19 jogos), Brasil de Pelotas (8 jogos), Confiança-SE (22 jogos) e Rio Branco-SP (19 jogos).