Copa do Brasil: Vilão, Diego admite que Flamengo jogou abaixo do esperado

O experiente jogador foi o único que desperdiçou a cobrança de pênalti na decisão

O experiente jogador foi o único que desperdiçou a cobrança de pênalti na decisão

Por: Agência Futebol Interior, 28/09/2017

0002050270361 img

Rio de Janeiro, RJ, 28 – Responsável pela cobrança de pênalti que acabou decidindo o título da Copa do Brasil, o meia Diego admitiu na noite desta quarta-feira que o Flamengo jogou abaixo do esperado contra o Cruzeiro, na final disputada no Mineirão, e apontou ainda “responsabilidades individuais” pelo vice-campeonato do time carioca.

“Em alguns momentos faltou jogar, aparecer para o jogo, estar mais próximo para fazer as jogadas”, reclamou o jogador, sem citar nomes do Flamengo. “A gente é um grupo, mas tem também as responsabilidades individuais.”

O segundo jogo da final da Copa do Brasil terminou empatado em 0 a 0. Sem critério de gol qualificado, a competição acabou sendo decidida nos pênaltis, em razão do empate também no jogo de ida (por 1 a 1), no Rio de Janeiro.

Diego foi o responsável por perder o pênalti que deu o título ao Cruzeiro

Diego foi o responsável por perder o pênalti que deu o título ao Cruzeiro

LAMENTAÇÃO
O Cruzeiro converteu todas as suas cinco cobranças. Mas o Flamengo perdeu uma delas. Diego cobrou no canto, mas o goleiro Fábio foi buscar, praticamente assegurando o título para os anfitriões – as cobranças foram encerradas com a finalização certa de Thiago Neves logo na sequência.

“Tivemos chances de vencer durante os 90 minutos e nos pênaltis eles foram mais felizes”, comentou Diego, que acabou decidindo a disputa ao perder sua penalidade. “Procurei fazer o meu melhor, mas infelizmente não deu”, afirmou.

O goleiro Alex Muralha também lamentou o resultado das penalidades. Ele apostou na estratégia de pular no mesmo canto, direito, em todas as finalizações cruzeirenses.

“A gente estudou, fez uma estratégia. Mas, infelizmente, não deu certo”, declarou o goleiro flamenguista.