Barcelona 0 x 1 Real Desportivo - Gol no fim garante inédito título Rondoniense

Predestinado, Índio entra aos 30 do segundo tempo, para balançar as redes aos 38 minutos

Predestinado, Índio entra aos 30 do segundo tempo, para balançar as redes aos 38 minutos

Por: Agência Futebol Interior, 08/07/2017

0002050252702 img

Vilhena, RO, 08 (AFI) – Com um gol solitário, o Real Desportivo bateu o Barcelona, por 1 a 0, na tarde deste sábado, sagrando-se campeão Rondoniense pela primeira vez em sua história em pleno Portal da Amazônia. O gol heroico saiu somente aos 38 minutos da etapa complementar, dos pés do predestinado Índio. Além do título, a equipe garantiu o direito de disputar a Copa Verde, a Copa do Brasil e a Série D do Campeonato Brasileiro em 2018.

Para o também novato Barcelona – estreou em competições a nível profissional neste ano – sobrou a boa campanha e uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro na próxima temporada.

Com gol no final, Real Desportivo conquistou o Campeonato Rondoniense

Com gol no final, Real Desportivo conquistou o Campeonato Rondoniense

LÁ E CÁ

Em busca de um título inédito, ambos os times não se prenderam atrás, tentando ser ofensivos desde o início do jogo. O primeiro tempo foi equilibrado, com boas chances sendo criadas, porém, as equipes falharam na conclusão final. Isto, além de belas intervenções realizadas pelos dois goleiros. Aos 7 minutos, Cabixi cruzou de longe e, pegou a zaga do Real desprevenida. Porém, o goleiro Dida estava atento. O arqueiro pulou bem, aliviando o perigo.

O Real respondeu aos 24. Após bela trama ofensiva, o ataque só parou devido à ação faltosa do Barcelona. Na cobrança da falta, Marco Aurélio alçou na área, Rocha foi bem e espalmou para fora. Aos 29, Vitão parou na trave. O lateral-esquerda avançou bem e bateu forte, Dida foi na bola, mas não alcançou. O poste salvou a equipe do Real. Entretanto, apesar do volume de jogo e de boas chances de gol, o primeiro tempo terminou empatado, em 0 a 0.

MUITA VONTADE
O segundo tempo começou na base da correria, a exemplo do primeiro. Os times, de forma desordenada, buscavam o gol que consagraria o clube como campeão estadual. Conforme o tempo passava e o gol não saia, os treinadores começaram a mexer nos times, procurando alternativas de mudar a história da partida.

PREDESTINADO
Aos 30 minutos da etapa complementar, o campeonato começou a ser decidido, quando Dabson saiu de campo, dando lugar a Índio no Real Desportivo. Aos 36, Marco Aurélio foi derrubado na entrada da área.

O árbitro assinalou a falta, e Índio assumiu a responsabilidade de realizar a cobrança. Aos 38, ele bateu forte, a bola foi na barreira. Porém, ele não desistiu do lance, pegou o rebote e bateu pro gol para entrar na história do Real Desportivo, ao fazer 1 a 0.