Flávio Guerra crava gol legal do Corinthians e parabeniza acesso do Guarani

Ex-árbitro comenta erro no empate do Timão com o Atlético-MG e, analisa a escala da próxima rodada do Campeonato Brasileiro

por FLÁVIO GUERRA - Campinas

Campinas, SP, 11 (AFI) - GOL LEGAL - No primeiro equivoco da nova Comissão de Arbitragem que, inclusive, foi citado aqui com a repetição do árbitro Rodolfo Tosk Marques num jogo do Corinthians logo após ter apitado o duelo entre o time paulista e o Fluminense pela Copa do Brasil, aconteceu o primeiro grande erro. O Corinthians teve um gol legal mal anulado pelo árbitro, no lance em que Gustavo antecipa o zagueiro e marca de cabeça. Detalhe, o árbitro até deu o gol e já apontava para o meio de campo, quando foi avisado pelo assistente Bruno Boschila de uma possível infração no lance.

DECISÃO FINAL É DO ÁRBITRO
Também falamos sobre a inexperiência do referido árbitro para esta partida. Neste tipo de lance, o árbitro assistente pode até informar e dar sua opinião para o árbitro que, tem o poder da decisão final. Com certeza, se fosse um árbitro mais experiente, o assistente nem iria ter se intrometido. Segundo, o árbitro no máximo daria um joia para o auxiliar e sem seguida, ele mandaria correr pro meio - validando assim o gol.

Gustavo reclama da anulação do gol contra o Atlético-MG em Itaquera (Foto: Gazeta Press)
Gustavo reclama da anulação do gol contra o Atlético-MG em Itaquera (Foto: Gazeta Press)
Nesse caso, o árbitro assistente que é do quadro FIFA, é muito mais experiente que o árbitro e, infelizmente, sua decisão prevaleceu prejudicando o trabalho do árbitro. Que isto sirva de ensinamento para o jovem árbitro: toda decisão no campo de jogo é de sua responsabilidade e, é preciso ter personalidade para decidir conforme sua consciência, ao invés de transferir a responsabilidade para outro.

PRIMEIRO DA FILA
Após a troca de comando na entidade, o Coritiba foi o primeiro clube a fazer uma reclamação contra a arbitragem. Presidente do clube, Rogério Bacellar se reuniu com o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, para expressar sua preocupação com a arbitragem na reta final do Campeonato Brasileiro.

O encontro foi na última quarta-feira. Também compareceram o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, e Marcos Marinho, presidente da comissão de arbitragem da entidade. O clube paranaense reclamou do pênalti marcado contra o Internacional e, de uma falta que tirou o atacante Neto Berola da temporada, na partida contra a Chapecoense.

COMPLICOU MAIS
Pra quem achava (inclusive eu) que com a mudança na Comissão de Arbitragem iriamos avançar na questão do sorteio dos árbitros, estávamos completamente enganados. Ao invés de simplificar, complicaram ainda mais. Agora, em vez de um, são dois globos e uma confusão só. São sorteados os jogos, os árbitros que vão para o sorteio.

Eu estou decepcionado! Imaginem os árbitros como estão felizes. O que mudou um pouco, mais ainda precisa melhorar é a escolha dos árbitros que vão para os sorteios. Pelo menos temos vistos árbitros mais experientes em alguns jogos mais importantes. Mas o bingo continua, vamos ver até quando né?

PARABÉNS GUARANI
Para alegria do grande Artur Eugenio, Diretor do nosso querido Futebol Interior, o Guarani finalmente conquistou o sonhado acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro. O bugre goleou o ASA, por 3 a 0, e se juntou as equipes do Boa Esporte-MG, ABC-RN e Juventude-RS para a disputa da Série B do ano que vem. A arbitragem de Elmo Rezende Cunha foi tranquila, embora tenha sido muito facilitada pelo placar do jogo.

Aliás, nos dois jogos entre Guarani e ASA, tivemos boas arbitragens e nenhuma equipe pode e nem tem o que reclamar da atuação dos homens de preto. Parabéns ao Bugrão, e tomara que esse acesso seja apenas o começo de uma reviravolta rumo a primeira divisão dos Campeonatos Brasileiro e Paulista.

O Guarani está de volta a Série B do Campeonato Brasileiro
O Guarani está de volta a Série B do Campeonato Brasileiro
ESCALA DE SEGURANÇA
Após algumas falhas que acabaram interferindo diretamente nos resultados dos jogos, inclusive, já com reclamação formal do Coritiba junto a CBF, a comissão de arbitragem fez uma escala de segurança para essa 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Como dissemos aqui, agora não é hora de fazer testes e escala tem que ser feita de acordo com a importância dos jogos e com árbitros experientes que, estão acostumados com a pressão.

Apesar do modelo de sorteio ser totalmente confuso e desnecessário, pelo menos nessa rodada a comissão deu sorte e teoricamente com exceção a um ou dois jogos não devemos ter problemas com a arbitragem.

ESCALA 30ª RODADA
Nessa rodada 50% dos jogos terão árbitros da FIFA no apito, e dos dez jogos não gostei apenas da escala dos jogos entre Palmeiras e Cruzeiro (Jailson Freitas-BA) e Botafogo e Internacional (Marielson Silva-BA).

Nos demais jogos teremos, Chapecoense e Sport (Marcelo Aparecido-SP), Coritiba e Figueirense (Luis Flavio Oliveira-SP), Santa Cruz e Corinthians (Graziane Maciel- RJ), Ponte Preta e Vitória (Wagner Magalhães-RJ), Atlético MG e América MG (Raphael Claus-SP), Flamengo e Fluminense (Sandro Ricci-SC), São Paulo e Santos (Anderson Daronco-RS), Grêmio e Atlético PR (Pericles Bassols-PE). Boa sorte a todos.

FLÁVIO GUERRA
Tenho 37 anos e sou professor de Educação Física desde 1999 e hoje trabalho como Diretor de Unidade na Fundação Casa em Campinas, onde iniciei em 2008 como agente educacional dando aulas de educação física para os adolescentes. Com 15 anos de idade comecei a apitar futebol amador em Penápolis minha
Veja perfil completo
Veja todos