Fonte secou; acabou aquela ‘dinheirama’ da Caixa a clubes de futebol

Banco estatal está preocupado em enxugar o orçamento neste ano

por ARIOVALDO IZAC - Campinas

Alô cartolas de futebol que não têm semancol e rogam patrocínio em camisas de jogadores à Caixa Econômica Federal: a situação financeira do banco público não é confortável. Portanto, como já dizia o saudoso intérprete Wilson Simonal, nem vêm de garfo porque hoje é dia de sopa.

Até aonde fui informado, a Caixa renovou contrato com a Chapecoense por mais um ano, arcando com o pagamento de R$ 4 milhões.

A indiscriminada assinatura de contrato de patrocínio, observada na diretoria da empresa durante o governo da presidente Dilma, contemplou nada menos que 19 clubes brasileiros.

Por essa e outras razões o banco foi se endividando, a ponto de o atual presidente da estatal, Gilberto Occhio, ter dado um basta.

Ele antecipou em outubro passado o PDV (Plano de Demissão Voluntária) para cortar 10 mil vagas de funcionários. A meta é redução de custo e melhorar a eficiência.

Embora a estrutura do banco esteja inchada, há perda de competitividade com bancos privados. Calcula-se que cerca de 100 agências ociosas sejam fechadas no país.

VENDER ATIVOS

Naquela entrevista de outubro passado, Occhio havia dito que, sem corte de custo, o banco teria que vender ativos e cortar dividendos obrigatórios. E alertava que sem as citadas medidas, o banco precisaria de um aporte do governo federal em 2018.

Pelo que se observa, essas especulações de que a Ponte Preta estaria em negociações com a Caixa para patrocínio cheira notícia plantada.

Se a nova diretoria da Caixa promete gestão com austeridade, claro que não deve enfiar dinheiro em clube de futebol. Questão lógica.

ARIOVALDO IZAC
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos