Paulista
A1
A2
A3

Levantadora Claudinha chega para ser o cérebro do Vôlei Amil na temporada 2013/14

Ela é o primeiro reforço anunciado oficialmente pelo time de Campinas

Publicado na terça-feira,
14 de maio de 2013

Campinas, SP, 14 (AFI) - Após uma destacada participação individual na Superliga e que valeu a convocação para a Seleção Brasileira, Claudinha (foto) chega para ser o cérebro do Vôlei Amil. A levantadora de 25 anos e 1,81 metro de altura é a escolhida do técnico Zé Roberto para comandar as ações de sua equipe em quadra na temporada 2013/14.

 Confira! 

Ela é o primeiro reforço anunciado oficialmente pelo time de Campinas. E a vice-campeã paulista e medalha de bronze na Superliga promete mais novidades sobre seu novo elenco nos próximos dias.

Claudinha está empolgada com as boas perspectivas em sua nova equipe. "Minhas expectativas são as melhores. Estou cada vez mais motivada e feliz por fazer parte desse projeto, no qual, desde já, vamos buscar nossos objetivos juntos. Tenho certeza que Deus irá nos abençoar para que seja uma temporada com muitas conquistas", afirma ela, apontada como uma das melhores levantadoras da Superliga 2012/13 defendendo o Usiminas/Minas.

O motivos para escolher defender o Vôlei Amil, Claudinha traz na ponta da língua.

"Primeiramente, trabalhar com um técnico como o Zé Roberto e toda sua Comissão Técnica. Também estarei ao lado de jogadoras experientes e contando toda a estrutura que o Vôlei Amil proporciona para que eu possa mostrar meu trabalho. Tem a vantagem de ficar mais pertinho dos meus pais (residem em Mogi Mirim, a 58km de distância de Campinas). Além de tudo isso, farei parte de uma equipe mais competitiva e poderei lutar por títulos", explicou Claudinho.

A levantadora se define como uma jogadora muito alegre, que não desiste nunca, gosta muito de trabalhar forte e sabe que esse é o caminho para o sucesso. Não por acaso, essa é a receita repetida quase como um mantra por Zé Roberto. Aliás, o Vôlei Amil não será a primeira experiência da dupla.

"Conheço o Zé Roberto desde quando cheguei à Seleção de Novos, em 2010. Sempre fico muito atenta ao que ele me fala, e é muita coisa boa. E sempre tento fazer tudo o que me passa, todas as informações, e colocá-las em prática rápido”, disse a levantadora.

E a sintonia entre o técnico e a atleta promete ficar cada vez mais afiada.

"Na Seleção já estamos trabalhando depois do treino geral, eu e as demais levantadoras. E gosto particularmente desse trabalho extra, pois me sinto mais confiante. E não será diferente no Amil. Tenho certeza que esse contato diário será ainda melhor para meu crescimento. Agradeço desde já ao Zé Roberto e ao Vôlei Amil, por estarem acreditando no meu trabalho. E a minha forma de retribuir nada mais é que mostrando dentro de quadra com um trabalho forte e com muitas conquista, se Deus quiser.", completou a jogadora.

Personalidade forte
Desde cedo, Claudinha mostra ser uma jogadora determinada, que sabe lutar por seus objetivos. Uma prova está na primeira escolha como atleta adulta, em 2008.

"A transição do juvenil para o adulto foi muito difícil na minha carreira, pois achei que não teria espaço para mim. Optei por sair de São Caetano (sua cidade natal), onde eu seria a terceira levantadora. Como eu queria jogar, fui buscar meu espaço. Disputei o Campeonato Paulista pelo São José dos Campos. Foi bem difícil, a gente só perdia e eu até engordei. O clima era muito tenso, porque também disputamos a Liga Nacional para uma vaga na Superliga, mas perdemos para o Praia Clube, de Uberlândia. Felizmente, nessa mesma partida o Praia me informou que se fossem para Superliga, eles me contratariam. E deu certo. Graças a Deus, de lá para cá venho evoluindo a cada temporada", contou a levantadora.

 
Agência Futebol Interior
 
Compartilhe


 Veja Mais 
Listar todas
Quem Somos
|
Fale Conosco
|
Expediente
|
Anuncie no FI
|
Política de Privacidade e Uso
|
Anunciantes
© Copyright 1999-20102 Futebol Interior - Todos os direitos reservados