Copa Paulista: Marlon quer título do XV de Piracicaba e mar de torcedores na cidade

Meia jogou 300 jogos pelo clube, fez o gol do título da Série A2 de 2011 e participou da final em 2008

por Federação Paulista (FPF) - São Paulo

Piracicaba, SP, 24 - Um dos mais tradicionais times do interior paulista, o XV de Piracicaba completou 103 anos na última semana. O aniversário não poderia ter um clima melhor, já que a galeria de troféus do clube pode ganhar mais uma taça no próximo final de semana. O alvinegro venceu o primeiro jogo diante da Ferroviária por 2 a 0, em casa, e agora viaja até Araraquara podendo perder por um gol de diferença para se sagrar campeão novamente.

Cinco vezes campeão da Série A2 e uma vez da terceira divisão nacional, a última conquista da equipe foi em 2011. Naquela ocasião, o XV de Piracicaba chegou na decisão da Série A2 diante do Guarani. Em jogo único, os times empataram em 2 a 2 e a decisão foi para os pênaltis. Coube ao meia Marlon a cobrança final, que deu o título para o time piracicabano.

Marlon com o troféu da Série A2 de 2011 (Foto: Acervo Pessoal)
Marlon com o troféu da Série A2 de 2011 (Foto: Acervo Pessoal)

Marlon também estava presente na final da Copa Paulista 2008, quando o XV enfrentou o Atlético de Sorocaba. Após empate em 1 a 1 em Sorocaba, o alvinegro jogava por novo empate, mas foi derrotado por 3 a 2, com gol nos acréscimos do segundo tempo, e ficou com o vice-campeonato.

O ex-meia da equipe comparou a vantagem de 2008 e a de 2016. “A vantagem deste ano é maior. A estabilidade do clube é muito boa, o time sabe jogar fora de casa. Acho que o XV tá com a taça na mão”, avaliou Marlon.

Com 300 jogos com a camisa zebrada, Marlon teve acessos na Série A3 e Série A2, ambos conquistados fora de casa – Ribeirão Preto e Monte Azul, respectivamente – e se lembra da festa ao chegar em Piracicaba. O desejo é ver novamente a entrada de Piracicaba tomada pelos torcedores.

“O XV está no meu coração. Moro aqui do lado, o Cléber Gaúcho (técnico) é meu amigo, conheço toda a comissão. Me lembro daquele mar de torcedores. É uma ótima lembrança e os atuais jogadores tem uma oportunidade que eles não deveriam desperdiçar”, disse.

Marlon teve sua primeira passagem pelo XV quando o clube disputava a Série B do Campeonato Brasileiro. Voltou e ajudou o time a conquistar o acesso na Série A3 de 2005. Em sua terceira passagem, mais dois acessos, em 2010 e 2011. O ex-meia vê a situação atual do clube como fruto dos anos anteriores.

“Tantos anos a gente lutando para ter um calendário de um ano inteiro. Para o projeto, para a estrutura, o time precisa de um calendário nacional. Tem que almejar o título para que ano que vem as coisas fiquem mais fáceis e o XV siga progredindo para voltar para a Série C, Série B”, finalizou.

O XV de Piracicaba faz o derradeiro jogo da Copa Paulista diante da Ferroviária no próximo sábado (26), às 18h. O time piracicabano pode perder por um gol para ser o campeão. Se a Ferroviária fizer dois de diferença a decisão será nos pênaltis.