Copa Paulista: Atacante do XV de Piracicaba pede 'concentração e inteligência'

Rafael Gomes quer maturidade para administrar vantagem conquistada pelo time no jogo de ida

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 24 (AFI) - A data do final da Copa Paulista está se aproximando cada vez mais. Depois de bater a Ferroviária por 2 a 0 no primeiro jogo em casa, o XV de Piracicaba viaja até Araraquara podendo perder por até um gol de diferença para se sagrar campeão. Autor dos dois gols que decretaram a vitória quinzista na partida de ida, Rafael Gomes falou sobre a expectativa para o confronto que decidirá o título.

O atacante de 27 anos admitiu que, assim como todo o grupo, está ansioso para o jogo da volta e que mal pode esperar para entrar em campo. “A ansiedade é grande, porque fizemos uma ótima partida no sábado no Barão e abrimos uma pequena vantagem. Agora queremos jogar logo o jogo da volta, entrar em campo de novo para tentar conquistar esse título”, afirmou.
Atacante marcou os dois gols do primeiro jogo (Foto: Rodrigo Corsi/ FPF)
Atacante marcou os dois gols do primeiro jogo (Foto: Rodrigo Corsi/ FPF)

Apesar do anseio para o duelo decisivo, Rafael admitiu que ainda há muito o que ser feito na busca pelo título da Copa Paulista. “Queremos que esse jogo chegue logo, mas sabemos que precisamos ter os pés no chão e que temos um trabalho árduo ainda a ser feito”, declarou.

Mesmo com a vantagem aberta no primeiro embate entre as equipe, o atacante segue deixando o favoritismo para o lado da Ferroviária. “Eu não falo em favoritismo não. Conquistamos sim uma pequena vantagem no jogo de ida, mas eles continuam a ser favoritos, por terem feito a melhor campanha. A gente fez nosso dever dentro de casa, então é ser inteligente para saber jogar a partida da volta”, disse.

Tendo que administrar o placar aberto no jogo de ida e podendo até perder por um gol de diferença, Rafael Gomes pediu maturidade para que o XV conquiste o sonhado título inédito do torneio.“Temos que ser um time maduro, concentração é a palavra chave. Não podemos sentar em cima de uma vantagem e de um regulamento, temos que buscar o jogo em Araraquara. Concentração e inteligência, disso que precisamos”, concluiu.