Copa Paulista: Torcedora do XV de Piracicaba, médica está em todos os jogos do clube

Por ser frequentemente escalada para trabalhar na UTI Móvel do serviço SOS Unimed, patrocinadora oficial do alvinegro

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 17 (AFI) - Desde o ano de 2013, centenário do XV de Piracicaba, uma presença feminina nos jogos do Alvinegro disputados no estádio Barão da Serra Negra tem chamado a atenção de diretores, funcionários e torcedores do clube. Com mais de 1,80m de altura, a médica Luciane Furlan Theodoro dificilmente passa despercebida por onde passa.

Por ser frequentemente escalada para trabalhar na UTI Móvel do serviço SOS Unimed, patrocinadora oficial do alvinegro e que acompanha todas as partidas do Nhô Quim no Barão , a doutora despertou a curiosidade do Departamento de Comunicação e Marketing do XV, que resolveu conhecer melhor a história da profissional neste mês de outubro, que é mundialmente dedicado à campanha Outubro Rosa de prevenção ao câncer de mama.

“Eu sempre peço para ser escalada nos jogos do XV. Sou piracicabana, quinzista de coração e, pelo fato da empresa que presta o serviço ser de Limeira, o pessoal acaba me escolhendo na maioria das vezes e até brincam que eu sou a médica oficial do clube. Fiquei muito ansiosa na primeira vez que fui selecionada para trabalhar aqui. É claro que tenho que manter uma postura profissional, mas sempre dou um jeito de torcer e comemorar os gols e vitórias do time”, comenta Furlan.

Formada há 12 anos pela UFU (Faculdade Federal de Uberlândia), Luciane fala com orgulho da escolha que fez ainda na infância. “A minha vontade de ser médica vem desde criança. É uma profissão que eu amo muito. Acredito que nós (médicos) somos pessoas abençoadas, pois lidamos com o ser humano em seu momento de mais fragilidade e acho isso muito gratificante”, conta.

Foi desde pequena, também, que a médica começou a se apaixonar pelo Alvinegro Piracicabano. “Meu pai é apaixonado por futebol e criou a mim e a meu irmão assistindo aos jogos e me trazendo no estádio para ver o XV. Por isso, participar de uma partida me traz a sensação de estar com a minha família e isso é muito gostoso. Sempre que sai um gol no jogo, eu já mando uma mensagem para todo mundo avisando”, explica.

Durante as cerca de três anos de atuação no Barão da Serra Negra, Luciane Theodoro precisou prestar alguns socorros, mas nenhum de alta gravidade, segundo a profissional. Um episódio, porém, ficou marcado na memória da doutora. “No campo, graças a Deus, nunca atendi intercorrências, mas teve uma vez, na arquibancada, que um senhor teve um quadro neurológico, caiu e tivemos que descer os degraus com ele pranchado e imobilizado. Lembro que a torcida foi muito receptiva, abriu um espaço para nós podermos fazer o atendimento e depois até nos aplaudiram. O torcedor do XV é muito bacana”, lembra.

Feliz com a campanha do Nhô Quim na Copa Paulista 2016, a médica torce pelo sucesso da equipe comandada pelo técnico Cleber Gaúcho. “Espero que esse ano possamos chegar à final e, quem sabe, conquistar o título. Seria sensacional trabalhar nesse jogo e ver o meu time campeão”, idealiza Furlan.

Doação do valor arrecadado com a venda das camisas rosa para a Associação Ilumina (Foto: Michel Lambstein)
Doação do valor arrecadado com a venda das camisas rosa para a Associação Ilumina (Foto: Michel Lambstein)
A IMPORTÂNCIA DO OUTUBRO ROSA
Presenteada com uma camisa rosa do XV de Piracicaba, alusiva à campanha Outubro Rosa, Luciane explica a importância de se precaver. “Com exceção de tumores de pele, o câncer de mama é a neoplasia que mais acomete a mulher. Sabemos que a prevenção e a detecção da doença em estágio inicial aumenta muito as chances de cura. Então a mulher precisa conhecer o seu corpo, fazer o autoexame e também a mamografia, que é um exame gratuito extremamente importante para que se consiga o melhor diagnóstico. A nossa saúde é o nosso bem mais precioso”, diz.

A profissional elogiou a atitude do Alvinegro Piracicabano. “A camisa rosa do XV de Piracicaba, além de linda, foi uma ótima iniciativa de apoio ao Outubro Rosa. O futebol é o esporte mais popular do Brasil e, por isso, acaba sendo um grande veículo de comunicação com a sociedade e precisa ser usado para a divulgação de assuntos importantes como a prevenção ao câncer de mama. O XV está de parabéns”, completa.

A camisa rosa do XV de Piracicaba é produzida pela fornecedora oficial de materiais esportivos do clube, a Super Bolla, e parte da renda angariada com a venda do produto é destinada a Associação Ilumina de Piracicaba. Na partida contra o Penapolense pela segunda fase da Copa Paulista, o presidente do Alvinegro, Celso Christofoletti, fez a entrega de um cheque simbólico alusivo ao valor de R$630 alcançado até o momento.