Argel analisa gols sofridos pelo Vitória diante da Ponte: 'Falhas coletivas nossas'

Técnico comentou a derrota em Campinas e já projetou a sequência do Leão no Campeonato Brasileiro

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) – Favorecido pelo resultados dos concorrentes diretos, o Vitória terminou a 30ª rodada do Campeonato Brasileiro fora da zona de rebaixamento. Em um campo encharcado, Argel Fucks viu a Ponte Preta vencer, por 2 a 0, na noite da última quinta. Sobre a partida, o treinador ressaltou que seu time não entendeu o jogo, tentando tocar a bola, quando deveria utilizar mais a ligação direta. Por fim, analisou que os gols do adversário foram provenientes de falhas coletivas da sua equipe.

“Não fizemos uma boa partida. O gramado também nos prejudicou porque a nossa equipe é uma equipe técnica. Nós não entendemos o jogo. Os dois gols que nós tomamos foram em falhas coletivas nossas, e não mérito do adversário” disse Argel Fucks, em entrevista coletiva após a partida.

Argel destacou falhas coletivas do Vitória na derrota para Ponte Preta (Foto: Luciano da Matta / Agência A Tarde)
Argel destacou falhas coletivas do Vitória na derrota para Ponte Preta (Foto: Luciano da Matta / Agência A Tarde)

SEQUÊNCIA...
Sobre a próxima partida, o técnico enfatizou a necessidade de uma vitória sobre o Sport, concorrente direto na briga contra o descenso. Aproveitou também para relembrar que, a situação era pior quando ele chegou.

“Pegamos o Vitória em 18º, e hoje está em 15º[...] Temos um jogo importante, contra um adversário direto, que hoje está um ponto atrás. Independente de vir a há duas partidas sem ganhar, perder, empatar, sempre o próximo jogo é o mais importante. Faltam oito jogos, quatro em casa, quatro fora. Nós precisamos urgentemente buscar o resultado. Agora temos um jogo com um adversário direto. Precisamos pontuar nesse jogo, porque a gente chega na frente do adversário e precisa pelo menos sair de lá na frente e depois trazer a decisão para dentro de casa, porque faltarão sete jogos: quatro em casa, três fora”, analisou.