Fórmula 1: Hamilton lidera 1º treino de prova decisiva e deixa Rosberg em 2º; Massa é o 9º

Inglês precisa vencer o GP Abu Dabi e torcer para que o alemão não esteja no pódio

por Agência Estado

Campinas, SP, 25 - Lewis Hamilton saiu na frente no capítulo inicial do final de semana do GP de Abu Dabi, prova que decidirá o título do Mundial de Fórmula 1, neste domingo, no circuito de Yas Marina. O piloto inglês cravou o tempo de 1min42s869 para liderar o primeiro treino livre da última corrida da temporada e superar com folga o alemão Nico Rosberg, seu companheiro de Mercedes, que ficou em segundo ao percorrer a sua melhor volta em 1min43s243.

Em busca do inédito título na categoria máxima do automobilismo, Rosberg tem 12 pontos de vantagem sobre Hamilton na liderança do Mundial e precisará de um terceiro lugar para assegurar a taça e evitar um possível tetracampeonato do inglês. Determinado a conquistar mais uma vitória após ter subido ao topo do pódio nas últimas três provas, nos Estados Unidos, no México e no Brasil, e também contando com uma prova ruim do alemão para triunfar novamente na F-1, o tricampeão voou baixo com pneus ultramacios e sob o calor de 29ºC registrado neste treino.

Hamilton precisa vencer e torcer para que Rosberg não esteja no pódio
Hamilton precisa vencer e torcer para que Rosberg não esteja no pódio
Bem atrás do inglês, o alemão também superou por pouco o holandês Max Vestappen nesta primeira sessão livre. O jovem piloto da Red Bull ficou com o terceiro lugar ao cronometrar 1min43s297 e ficou logo à frente de seu companheiro de equipe, o australiano Daniel Ricciardo, que marcou 1min43s362.

A dupla da Red Bull, por sua vez, andou bem à frente do alemão Sebastian Vettel, que não conseguiu sequer andar na casa de 1min43s com a sua Ferrari, mas mesmo assim conquistou o quinto lugar ao cravar 1min44s005 na melhor das 27 voltas que percorreu neste primeiro treino em Abu Dabi.

MASSA
Prestes a disputar a sua última corrida como piloto de Fórmula 1, Felipe Massa abriu este emocionante final de semana para a sua carreira com um razoável nono lugar neste trabalho inicial de pista nos Emirados Árabes Unidos. O piloto da Williams marcou 1min45s039 para se garantir entre os dez primeiros e ficar logo à frente do sueco Marcus Ericsson, que surpreendeu ao conquistar o décimo lugar com a Sauber ao cravar 1min45s168.

Massa, porém, foi quase meio segundo mais lento do que espanhol Carlos Sainz, oitavo colocado com a Toro Rosso ao cronometrar 1min44s685. Já a sexta e a sétima posições ficaram respectivamente com o mexicano Sergio Pérez, da Force India, e com o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari. O primeiro deles fez sua melhor volta em 1min44s155, enquanto o campeão mundial de 2007 marcou 1min44s556.

Outro destaque deste primeiro treino livre em Abu Dabi foi o mexicano Afonso Celis, piloto de testes da Force India, que conquistou o 11º lugar e superou, entre outros, a dupla de veteranos pilotos da McLaren. O espanhol Fernando Alonso amargou um 18º lugar, enquanto o inglês Jenson Button foi ainda pior ao ficar em 20º. Este último, por sinal, avisou na quinta-feira que esta deverá ser a sua última corrida como piloto de F-1, embora ainda tenha contrato com a equipe inglesa até 2018.

NASR
Precisando mostrar serviço no GP de Abu Dabi para ter maiores chances de conseguir se manter no grid da F-1, Felipe Nasr conquistou um bom 13º lugar neste primeiro treino livre, mas foi mais de meio segundo mais lento do que Ericsson, seu companheiro de Sauber. O sueco cravou 1min45s168, enquanto o brasileiro fez sua melhor volta em 1min45s778.

O segundo treino livre do GP de Abu Dabi começa às 11 horas (de Brasília) desta sexta-feira. No mesmo horário deste sábado acontecerá a sessão classificatória para o grid, assim como a largada da corrida será às 11 horas de domingo.