Série B: Nenê pede 'união do grupo' para fazer Vasco reagir de novo

Se estivesse repetindo no segundo turno as atuações do primeiro, o Vasco seguiria na liderança

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 18 - Com uma sequência de três derrotas nas últimas quatro partidas, o Vasco vive momento difícil na Série B do Campeonato Brasileiro, apesar de ocupar a vice-liderança da tabela. E, para reverter esta situação, o meia Nenê pediu união no grupo vascaíno para enfrentar os últimos jogos da competição, que ele classifica como "sete finais".

"Daqui para frente, cada partida será uma decisão. Iremos disputar sete finais. É agora que temos que mostrar a força do grupo, a união do nosso elenco. São nesses momentos de dificuldades e incertezas que determinação não pode faltar. Buscaremos melhorar para voltar a ser o que éramos antes", disse, ao comparar o rendimento do time no primeiro e no segundo turnos da Série B.

Nenê pede 'união do grupo' para fazer Vasco reagir de novo na Série B
Nenê pede 'união do grupo' para fazer Vasco reagir de novo na Série B
Se estivesse repetindo no segundo turno as atuações do primeiro, o Vasco seguiria na liderança, bem perto do acesso. Mas, por causa da forte queda de rendimento, o time carioca pena para alcançar sua maior meta para a temporada 2016.

"Tivemos um ano maravilhoso até o primeiro turno, e agora estamos num momento de oscilação. É algo que não pode acontecer, mas está acontecendo. Temos que enfrentar o problema. Pensamos em alcançar o quanto antes o acesso, é o objetivo do grupo, mas nosso principal foco está no jogo seguinte. Temos que pensar só no próximo jogo, o que temos e o que precisamos melhorar para sairmos de campo com os três pontos", afirmou.

Para tanto, o meia conta com o apoio da torcida para os próximos jogos. "Que eles nos incentivem como sempre fizeram. É normal cobrar o time, principalmente quando jogamos em casa, onde temos que ganhar, mas precisamos do apoio. Torcer por um clube é isso. Nem sempre o time vai ganhar", declarou.