Série B: Clima esquenta em reunião entre diretoria e elenco do Tupi

A presidente Myriam Fortuna foi cobrar o grupo por melhores resultados e passar confiança nessa reta final

por Agência Futebol Interior

Juiz de Fora, MG, 12 (AFI) - Não poderia ser diferente. Em situação bastante delicada no Campeonato Brasileiro da Série B e com um pé na Série C, o Tupi viu o clima esquentar na reapresentação do elenco depois da goleada sobre sofrida para o Bahia, por 4 a 0, no último final de semana. Dirigentes, comissão técnica e jogadores fizeram uma reunião e acabaram lavando roupa suja.

A presidente Myriam Fortuna, ao lado de outros dirigentes, convocou uma reunião com elenco e membros da comissão técnica antes do treinamento na última terça-feira e os ânimos ficaram exaltados. O preparador de goleiros Walker Campos deixou o vestiário reclamando da postura do experiente volante Renan, capitão e um dos líderes do grupo de jogadores.

Capitão do grupo, o volante Renan considerou a conversa normal entre elenco e diretoria - Felipe Couri/tupifc.esp.br
Capitão do grupo, o volante Renan considerou a conversa normal entre elenco e diretoria
"O Renan é um cara que eu respeito e ele me respeita também. É um momento em que todos estão de cabeça quente. Eu tenho que me controlar mais, mas a verdade é que eu preciso me conter porque acabo misturando a paixão com meu trabalho. Isso aconteceu lá dentro e acabou. Nos respeitamos. Ninguém aqui é maior que o Tupi", desconversou Walker Campos, já de cabeça mais fria.

O volante, porém, disse que o preparador de goleiros não participou da reunião no vestiário e por isso não tem teria que dar sua opinião. Experiente e com passagens por vários clubes brasileiros, Renan considerou a conversa entre diretoria, elenco e comissão técnica normal quando se existe cobrança.

"Não tenho o que comentar, até porque ele não estava dentro da sala na hora da conversa, então fica chato ele fazer um comentário sem estar lá dentro. Tivemos uma conversa, eu falei, o Gabriel (Gabriel Santos, zagueiro) falou, a presidente também, o nosso comandante técnico (Ricardinho) falou e isso é normal quando existe uma cobrança"

Amargando a 18ª colocação, com os mesmos 26 pontos que Joinville (19ª) e Sampaio Corrêa (20ª), o Tupi tem sete a menos que o Oeste, primeiro fora da zona de rebaixamento, e volta a campo no sábado, contra o Avaí, às 16 horas, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 31ª rodada.