Chapecoense x San Lorenzo - Para fazer ainda mais história na 'Sula'

Pela primeira vez, o time catarinense tenta chegar à uma final de um torneio internacional

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 22 (AFI) - Realizando a melhor campanha de sua história no Campeonato Brasileiro, a Chapecoense tem surpreendido ainda mais na Copa Sul-Americana, onde pode confirmar uma vaga na grande decisão nesta quarta-feira, na partida diante do San Lorenzo, da Argentina, marcada para as 21h45, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

A definição ainda está em aberto. No jogo de ida, no Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, na Argentina, a Chapecoense buscou um empate por 1 a 1, com gol de Ananias, o que faz com que a equipe catarinense comece a partida classificada, já que avança com um resultado igual, desde que não saia gols. 2 a 2, 3 a 3 e assim por diante, coloca o clube argentina na final.

A campanha da Chapecoense é recheada de emoções. Logo na estreia, estava sendo eliminada pelo Cuiabá, quando Bruno Rangel fez o gol da classificação - com triunfo por 3 a 1 -, aos 37 minutos da etapa complementar. O time do Mato Grosso havia vencido, em casa, por 1 a 0. Nas oitavas, passou pelo Independiente, da Argentina, nos pênaltis, após dois empates por 0 a 0. Já nas quartas, eliminou o Junior Barranquila - derrota por 1 a 0 e vitória por 3 a 0.

O San Lorenzo também encontrou algumas dificuldades em sua caminhada. Na Segunda Fase, estreou perdendo por 2 a 0 para o Bandield, mas virou, em casa, por 4 a 1 e carimbou a vaga. Na sequência, passou com uma certa tranquilidade por La Guaira, com vitórias por 2 a 1 e 2 a 0. Por fim, passou pelo Palestino - 2 a 0 e 0 a 1.

O vencedor da partida enfrentará o classificado de Cerro Porteño e Atlético Nacional, que sairá na quinta-feira, às 22h45, no Atanasio Girardot, na Colômbia. No jogo de ida, ficaram no empate por 1 a 1.

DÚVIDAS NA CHAPE!
O técnico Caio Júnior ganhou um problema de última hora para o duelo frente ao San Lorenzo. O atacante Thiaguinho sentiu um desconforto na coxa, não treinou e virou dúvida para quarta-feira. A expectativa é que esteja a campo, mas caso seja vetado Ananias, autor do gol na Argentina deve ficar com a vaga.

Chapecoense vai em busca da classificação na Sula
Chapecoense vai em busca da classificação na Sula
Caio Junior deve seguir com seu revazamento no setor ofensivo. Reserva na vitória por São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, Kempes treinou no time titular. Com isso, o artilheiro Bruno Rangel deve ficar como opção. A outra dúvida é no meio de campo entre Matheus Biteco e Gil. O primeiro larga na frente pela vaga.

"Tivemos um problema com Thiaguinho e estou pensando num substituto. Vamos esperar até quarta para definir a equipe. Agora, foco total no San Lorenzo. Vamos virar a chave do Brasileirão, esquecer o Palmeiras, e pensar apenas no San Lorenzo. Vamos buscar a classificação", avisou Caio Junior.

NADA DEFINIDO
O San Lorenzo também não tem um time na ponta da língua para pegar a Chapecoense. O técnico Diego Aguirre, ex-Internacional e Atlético Mineiro, não poderá contar com dois jogadores. Fernando Belluschi tomou dois jogos de suspensão pelo cartão vermelho contra o Palestino e segue de fora, enquanto Gonzalo Bergessio, com dores no joelho, foi vetado pelo Departamento Médico.

Diego Aguirre prepara o San Lorenzo para pegar a Chape
Diego Aguirre prepara o San Lorenzo para pegar a Chape
Os problemas não pararam por aí. Nicolás Blandi treinou normalmente, mas ainda não está 100% fisicamente. O jogador está recuperado de uma lesão na perna, porém, pode começar no banco de reservas, já que não deve aguentar atuar os 90 minutos. A decisão ficou para quarta-feira.

"Temos obrigação de sair para o jogo e buscar a vitória. Levamos a pressão de sermos um time grande, que necessita de títulos. A Chapecoense está fazendo uma boa campanha, tem jogadores qualificados, mas a pressão está em cima da gente", disse o treinador.

Ficha Técnica

Fase
Semifinal
Rodada
2ª rodada
Data
23/11/2016
Horário
21h45
Local
Arena Condá - Chapecó (SC)
Árbitro
Daneil Fedorczuk (URU)

Renda
R$ 569.940,00
Assistentes
Miguel Nievas (URU) e Richard Trinidad (URU)

Público
17.569 torcedores
Cartões Amarelos
Chapecoense-BRA: Gil, Cleber Santana
San Lorenzo-ARG: Angeleri

Chapecoense-BRA
Danilo;
Caramelo, Neto, Thiego e Dener Assunção;
Josimar, Gil (Sérgio Manoel), Cleber Santana e Ananias;
Kempes (Bruno Rangel) e Tiaguinho (Lucas Gomes).
Técnico: Caio Júnior
San Lorenzo-ARG
Torrico;
Angeleri, Coloccini, Caruzzo (Paulo Díaz) e Emmanuel Mas;
Corujo (Blandi), Mussis (Ávila), Néstor Ortigoza e Sebastián Blanco;
Cauteruccio e Cerutti.
Técnico: Diego Aguirre