Ex-atacante do Botafogo, Carlos Alberto Dias conquista título inédito no Sergipe

No comando do Frei Paulistano, Carlos Alberto venceu a Segunda Divisão do Campeonato Estadual de forma invicta

por Grande Área - Campinas

No último final de semana, o estado do Sergipe conheceu seus dois novos integrantes na disputa da Elite do Sergipano. A equipe do Frei Paulistano-SE, comandada pelo ex-meia do Botafogo-RJ, Carlos Alberto Dias, conquistou o titulo da Série A2 de forma invicta e, com isso, o acesso à primeira divisão. O Botafogo de Cristinápolis foi quem ficou com o vice-campeonato.

O técnico Carlos Alberto Dias realizou uma grande campanha no Frei Paulistano e o titulo inédito veio de forma invicta com sete vitórias e três empates em dez jogos. Além de sua equipe ter feito 16 gols e ter sofrido somente três.

“Os jogadores estão de parabéns por essa conquista e entraram para história do clube, que tem apenas um ano de fundação. Realizamos uma ótima campanha e espero que em 2017 o clube possa se manter na primeira divisão”, disse o treinador.

Carlos Alberto Dias conquista título inédito no Sergipe
Carlos Alberto Dias conquista título inédito no Sergipe

Após o titulo, o treinador deverá se reunir com a diretoria do clube para tratar da sua renovação de contrato para dirigir o Frei na elite do Sergipano, que terá inicio no dia 15 de janeiro, diante do Amadense, jogando em casa.

"Essa semana teremos uma conversa com presidente para ver a possibilidade de darmos continuidade ao trabalho, pois o clube terá pouco mais de 30 dias para se planejar, contratar e realizar uma pré-temporada curta visando a estreia na competição”, disse Carlos Alberto Dias.

MAIS DE CARLOS ALBERTO DIAS
Carlos Alberto Dias deixou saudade em sua época de jogador. Ele foi um meia avançado, habilidoso e esteve no auge entre 1990 e 1992 com a camisa do Botafogo. Carlos Alberto Dias foi bicampeão carioca e ainda ficou com o vice do Brasileirão em 1992.

Mas ele também fez sucesso com a camisa do Coritiba, campeão estadual em 1989. Carlos Alberto Dias ainda defendeu a Seleção Brasileira em uma partida contra a Seleção da Finlândia, realizada em abril de 1992.

O ex-jogador ainda passou por Matsubara-PR, Bellmare Hiratsuka-JAP, Coritiba, Vasco da Gama, Grêmio, Flamengo, Shimizu S-Pulse-JAP, Paraná, Verdy Kawasaki, América-SP, Fluminense, Marcílio Dias, Operário, Ceará e ABC, clube que pendurou as chuteiras.