Última SELEÇÃO FI da Série B vem defensiva e com Thallesmã

Fernando Diniz decepcionou no comando do Oeste, mas ganhou vaga no time da 38ª rodada pela vitória em Pernambuco

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 27 (AFI) - Teve festa, vaia, emoção, vexame e discussões. A 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro da Série B trouxe tudo o que a competição prometia desde o seu pontapé inicial. Ao final, o Atlético-GO ficou com o título. Avaí, Vasco e Bahia também garantiram o acesso e estarão na elite em 2017. Por outro lado, foram rebaixados Joinville, Tupi, Bragantino e Sampaio Corrêa, que terão que se esforçar na Série C para voltarem em 2018.

Os últimos jogos tiveram os seus destaques e, como foi durante todo o campeonato, aparecem na Seleção FI. O time é defensivo, com três zagueiros, seis jogadores no meio-campo e apenas um no ataque.

O comandante é Fernando Diniz, que mesmo tendo decepcionado na competição, conseguiu o "milagre" de vencer o Náutico em Pernambuco e segurar o Oeste na Série B.

Confira a Seleção Futebol Interior da 38ª rodada da Série B:

Goleiro: Kléver (Atlético-GO)
Representante do campeão da Série B na Seleção FI da última rodada, o arqueiro mais uma vez brilhou no estádio Olímpico. Fez grandes defesas e garantiu a tranquilidade para que o restante do time pudesse mostrar tudo o que produziu no ano e virasse a partida contra o Bahia. Realizou pelo menos quatro defesas difíceis.

Zagueiro: Rodrigo Lobão (Tupi)
mesmo com o Tupi já rebaixado, o time mineiro demonstrou um bom futebol em sua despedida, fora de casa, contra o Paraná. Um dos destaques da partida foi o zagueiro Rodrigo Lobão, autor do primeiro gol na vitória por 2 a 0. Além disso, o defensor ganhou praticamente todas as jogadas contra os atacantes paranistas.

Zagueiro: Ianson Acosta (Criciúma)
O jovem defensor de 21 anos se destacou na vitória por 2 a 1 sobre o Paysandu. Mais do que um gol marcado, o jogador mostrou muita lealdade nos desarmes eliderou a linha defensiva do Tigre na partida.

Zagueiro: Marllon (Atlético-GO)
Destaque durante toda a Série B, o zagueiro apareceu bem no jogo contra o Bahia. Mostrando qualidade para ir ao ataque, o defensor iniciou a jogada que culminou no primeiro gol do Dragão na partia. Foi de um cruzamento seu que Gilsinho ajeitou de cabeça para a bonita conclusão de Júnior Viçosa

Lateral direito: Alemão (Avaí)
O Avaí fez uma festa bonita em Florianópolis para comemorar o retorno à elite. O jogo contra o Brasil de Pelotas não foi dos melhores, mas Alemão compensou, com boas jogadas pelo lado direito e auxílio na marcação.

Volante: Marcos Serrato (Tupi)
Emprestado pela Ponte Preta, Marcos Serrato se tornou um dos principais jogadores do Tupi na Série B, mas não foi suficiente para livrar o time do retorno para a divisão abaixo. Contra o Paraná, seu ex-clube, mostrou que é profissional e marcou um belo gol, selando a vitória por 2 a 0.

Meia: Gerson Magrão (CRB)
O jogador que mais se movimentou no jogo e procurou se desvencilhar da marcação para dar condição aos companheiros. Ele viu Neto Baiano abrir o placar no primeiro tempo, mas não parou por aí. Pouco tempo depois, aos 46, foi a vez de Gerson Magrão sair do zagueiro e bater na saída do goleiro Gabriel. Por fim, aos 15 minutos do segundo tempo, ele chutou rasteiro da entrada da área e deu números finais a goleada.

Meia: Pedro Carmona (Oeste)
No jogo mais emocionante da rodada foi meia Pedro Carmona quem ditou o ritmo. Jogando contra o rebaixamento, o Oeste foi até Recife enfrentar o Náutico na Arena Pernambuco, que lutava por uma vitória para ficar com o acesso. Com apenas 21 minutos ele se aproveitou de uma falha na zaga para marcar. Ainda no primeiro tempo, aos 39, cobrou escanteio para Mike marcar.

Vasco voltou à Série A com dois gols de Thalles
Vasco voltou à Série A com dois gols de Thalles

Meia: Tinga (Joinville)
O ex-jogador de Palmeiras e Ponte Preta jogou muito na vitória do Joinville sobre o Vila Nova, mas sua atuação não foi suficiente para livrar o Coelho do rebaixamento. Como o Oeste surpreendeu e derrotou o Náutico fora de casa, o time catarinense terá que jogar a Série C em 2017. Tinga deixou sua marca e ainda deu uma assistência para gol.

Lateral esquerdo: Mário Sérgio (Goiás)
O ex-jogador do Guarani vai, aos poucos, se adaptando ao estilo de jogo do Goiás. O lateral esquerdo encerrou a Série B com uma boa apresentação, mostrando muita força de vonarde e apoio ao ataque.

Atacante: Thalles (Vasco)
Foi sofrido, diante de vaias, mas o Vasco conseguiu voltar para a Série A e deve a vitória por 2 a 1 sobre o Ceará a um verdadeiro talismã das categorias de base. Foram do antes criticado Thalles os dois gols vascaínos, que viraram o placar e garantiram o Gigante da Colina na elite do futebol brasileiro em 2017.

Fernando Diniz não caiu com o Oeste, mas ficou longe de fazer um bom trabalho
Fernando Diniz não caiu com o Oeste, mas ficou longe de fazer um bom trabalho

Técnico: Fernando Diniz (Oeste)
Foi o responsável pela vitória em Pernambuco. Conseguiu anular o ataque do Náutico e ainda trabalhou com inteligência a posse de bola para achar um espaço na marcação. No primeiro gol a jogada começou pela lado direito, foi trabalhada com Pedro Carmona, que girou. Em uma triangulação o gol saiu do próprio meia na grande área. Mais tarde foi a vez de Mike, que conseguiu aparecer sozinho na pequena área.