Seleção FI do Brasileirão com trinca campeã e jogadores canarinhos

Diego e Grafite já representaram o Brasil em Olimpíada e Copa do Mundo, respectivamente

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 28 (AFI) - O Palmeiras se tornou neste final de semana o campeão brasileiro 2016. O Verdão carimbou a taça ao vencer a Chapecoense por 1 a 0. O Flamengo bateu o Santos, por 2 a 0, e pulou para a vice-liderança, jogando o Peixe para terceiro. Na zona de rebaixamento, o Vitória passou pelo Coritiba e deixou Internacional e Sport brigando contra a queda.

A Seleção FI da 37ª rodada vem com três campeões. Moisés comanda o meio de campo com seu toque refinado, enquanto Fabiano, autor do gol do título, fica com a lateral-direita. O triângulo fehca com Cuca, que mais uma vez fez diferença para o Verdão sair com três pontos.

A equipe ainda conta com jogadores habilidosos como Valdivia, do Internacional, e Diego, do Flamengo. O ex-parceiro de Robinho no Santos, inclusive, é um dos grandes destaques deste campeonato.

Palmeiras é o campeão brasileiro de 2016
Palmeiras é o campeão brasileiro de 2016

Confira a seleção FI do Brasileirão da 37ª rodada:

Fernando Miguel (Vitória);

Fabiano (Palmeiras), Marquinhos (Figueirense), Paulo André (Atlético-PR) e Roberto (Santa Cruz);

João Vitor (Ponte Preta), Moisés (Palmeiras), Valdivia (Internacional) e Diego (Flamengo);

Grafite (Santa Cruz) e Marinho (Vitória);

Técnico - Cuca (Palmeiras)

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Goleiro: Fernando Miguel (Vitória)
Assim como Marinho, Fernando Miguel teve atuação destacada no triunfo do Vitória. O goleiro fez três grandes defesas para assegurar o triunfo por 1 a 0 diante do Coritiba. A mais difícil foi quando tirou a bola no ângulo, após cabeça certeira de Wallison Maia. O resultado praticamente confirmou a permanência do Leão na divisão.

Lateral-direito: Fabiano (Palmeiras)
Fabiano adora fazer a Chapecoense de vítima. Curiosamente, o jogador já havia balançado as redes na temporada passada, diante da Chapecoense, mas resolveu fazer ainda melhor. Voltou a marcar, e deu ao Palmeiras o título do Campeonato Brasileiro. Um gol um tanto quanto sem querer, porém, que valeu muito para o time alviverde. Além do gol, fez uma partida sem erros, com boas jogadas no ataque.

Paulo André é o xerifão da seleção FI
Paulo André é o xerifão da seleção FI

Zagueiro: Marquinhos (Figueirense)
Apesar do rebaixamento do Figueirense, o zagueiro Marquinhos segue mostrando que é um dos líderes do elenco e que ainda pode ser peça importante nas próximas temporadas. Foi o melhor em campo na vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense mostrando segurança na defesa e marcando o único gol do jogo.

Zagueiro: Paulo André (Atlético-PR)
O experiente defensor mostrou neste sábado que ainda tem capacidade de atuar em alto nível. Contra o Corinthians, em São Paulo, o zagueiro reviveu seus bons momentos, marcou com eficiência e impossibilitou que seu time levasse gol. Desta forma, ajudou a manter o Furacão na zona de classificação para a Copa Libertadores.

Lateral-esquerdo: Roberto (Santa Cruz)
O Santa Cruz não tomou conhecimento e atropelou o Grêmio por sonoros 5 a 1. Ao lado de Grafite, Roberto foi o cara do jogo. O lateral fez uma partida perfeita, foi bem na marcação, e ainda participou de dois gols do Coral, deixando o seu em uma bela cobrança de falta. Pena que sua atuação não sirva para evitar o rebaixamento da equipe.

Volante: João Vitor (Ponte Preta)
Tirar pontos do Botafogo dentro do Estádio Luso-Brasileiro não foi uma tarefa fácil neste Brasileirão, mas a Ponte Preta conseguiu segurar um empate, por 1 a 1, com um jogador a menos. João Vitor teve que se desdobrar no duelo, chegou a compor o sistema defensivo da Macaca e se transformou num gigante! Ganhou todas possíveis.

Diego vem sendo o cara do Flamengo na temporada
Diego vem sendo o cara do Flamengo na temporada

Volante: Moisés (Palmeiras)
O maestro do Palmeiras voltou a brilhar contra a Chapecoense. O gol não saiu - por muito pouco -, mas deu assistência para Fabiano marcar e ainda deixou Gabriel Jesus na cara de Danilo. O atacante, contratado pelo Manchester City, acabou desperdiçando a oportunidade. Moisés é aquele cara que consegue apoiar de forma espetacular o ataque e a defesa.

Meia: Valdívia (Internacional)
O meia-atacante provou mais uma vez que é um dos destaques do elenco colorado. Vindo do banco de reservas, mudou a história da partida contra o Cruzeiro, fazendo o único gol do jogo. Arrancou de seu campo até a entrada da área adversária e acertou um belo chute, sem chances de defesa para o goleiro Rafael.

Meia: Diego (Flamengo)
Grande contratação do Flamengo para o final da temporada, o meia tem justificado o alto investimento e se transformou rapidamente em peça crucial do time de Zé Ricardo. Nesta rodada, em jogo duro contra o Santos, comandou a vitória flamenguista por 2 a 0 e ainda marcou um golaço de voleio para fechar o placar.

Atacante: Grafite (Santa Cruz)

Grafite brilhou pelo Santa Cruz na goleada contra Grêmio
Grafite brilhou pelo Santa Cruz na goleada contra Grêmio


Mesmo rebaixado, o Santa Cruz mostrou sua força em casa e, comandando por Grafite, goleou os reservas do Grêmio por 5 a 1. O experiente atacante foi o nome do jogo, marcando dois gols de cabeça e participando de grande parte das jogadas de maior perigo do time pernambucano.

Atacante: Marinho (Vitória)
Se o Vitória carimbar sua permanência na Primeira Divisão do Brasileiro, esse mérito será muito do atacante Marinho, grande responsável por essa boa fase que o timevivo nas últimas rodadas do torneio. Novamente, o jogador foi o nome do triunfo contra o Coritiba por 1 a 0. Chamou a responsabilidade, criou as melhores oportunidades de gol e ainda deixou o seu.

Técnico: Cuca (Palmeiras)
Cuca novamente colocou um dedo na vitória do Palmeiras contra a Chapecoense. O jogador montou um time com uma defesa consistênte e preciso no ataque. O único gol do duelo foi através de jogada ensaiada, treinada no dia a dia do clube, e com uma aposta sua - Fabiano, que ganhou a vaga na 'final' no lado direito de campo.

Cuca com a taça de campeão brasileiro
Cuca com a taça de campeão brasileiro