São Paulo vai ao mercado e Sidão, do Botafogo, é a bola da vez

Outros nomes analisados pela diretoria tricolor são os de Martín Silva, do Vasco, e João Ricardo, do América-MG

por Agência Estado

São Paulo, SP, 23 - O São Paulo vinha falando que não pretendia mexer no comando da equipe e no gol. Mas mudou de ideia nos dois casos. O técnico Ricardo Gomes foi demitido - Rogério Ceni deve ser confirmado nos próximos dias - e o clube está de olho no mercado para trazer um goleiro que possa disputar a posição com Denis.

A intenção da diretoria é ter uma sombra para o goleiro titular, a fim de que essa concorrência pela posição ajude no crescimento dos dois profissionais. Os nomes mais falados pelo Morumbi são de Sidão, que pertence ao Audax e está emprestado ao Botafogo, Martín Silva, do Vasco, e João Ricardo, do América-MG.

Pretendido por outros clubes, Sidão é a bola da vez no Morumbi
Pretendido por outros clubes, Sidão é a bola da vez no Morumbi
Alguns outros nomes também aparecem, mas são mais difíceis de serem concretizados pela complexidade de negociação, como Weverton, do Atlético-PR, que está sendo convocado para a seleção brasileira, e Cássio, do Corinthians. Já Jefferson, do Botafogo, estava sendo observado, mas terá de passar por nova cirurgia.

A avaliação dos dirigentes é que Denis é um bom goleiro, que tem compromisso com o clube, mas que também passou por irregularidades na temporada. No momento, a bola da vez é Sidão, de 33 anos, que está emprestado ao Botafogo até dezembro e tem contrato com o Audax até maio.

Segundo Nei Teixeira, diretor de futebol de Audax, não existem conversas com nenhum clube.

"A gente está esperando pronunciamento do Botafogo, agora o São Paulo e parece que tem outros clubes. Mas não temos nada oficial", avisou, lembrando que o clube não pretende dificultar a vida do goleiro.

"Temos de enxergar a realidade. O Sidão é um atleta que fez uma ótima competição. A gente também quer ajudá-lo de alguma forma", finalizou Nei Teixeira.