São Paulo fecha treino no Pacaembu antes de clássico com o Santos

Em situação delicada na tabela, ainda ameaçado pela zona de rebaixamento, o Tricolor encara um adversário que briga pela Libertadores

por Agência Estado

São Paulo, SP, 12 - O São Paulo fez nesta quarta-feira, no Pacaembu, o último treino antes do clássico contra o Santos, que acontece no mesmo estádio, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda sem contar com o chileno Mena e o peruano Cueva, que estavam com suas seleções nos últimos compromissos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, o técnico Ricardo Gomes fechou os portões para a imprensa não acompanhar a atividade.

O lateral-esquerdo Mena e o meia Cueva chegam ao Brasil nesta quarta e vão direto para a concentração. O clube submeterá a dupla a uma avaliação física para determinar a possibilidade de jogar na quinta.

Chile e Peru se enfrentaram na última terça-feira e somente Cueva entrou em campo, por isso Mena tem mais chances de ser aproveitado como titular. Caso o peruano tenha condições de jogo, Carlinhos deve retornar ao banco de reservas.

Sem treinar nos últimos dias, o lateral-direito Bruno também deve desfalcar o São Paulo para o clássico. Buffarini, que atuou improvisado no lado esquerdo por 45 minutos contra o Sport, é o substituto imediato da posição.

O zagueiro Maicon não acredita que o Santos seja o favorito no clássico - Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net
O zagueiro Maicon não acredita que o Santos seja o favorito no clássico
MAICON DESCARTA FAVORITISMO
Em situação delicada na tabela, ainda ameaçado pela zona de rebaixamento, o São Paulo encara um adversário que briga por uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores. Mesmo assim, o zagueiro Maicon não acredita que o Santos seja o favorito no clássico.

"Nesse momento, acredito que a gente precise da vitória, independentemente de ser um clássico ou não. Um clássico pode te dar mais confiança ou te derrubar ainda mais. Entraremos em busca dos três pontos. Temos de fazer um bom clássico. Espero que amanhã [quinta] a história possa ser diferente, já que em algumas partidas jogamos bem, mas não conseguimos as vitórias. É claro que o Santos está em uma posição melhor na tabela, mas clássico não tem essa de melhor ou pior, você não sabe quem vai ganhar", comentou o zagueiro.

LOCAL PRÉ-DEFINIDO
São Paulo e Santos definiram que iriam jogar os dois clássicos do Campeonato Brasileiro no estádio do Pacaembu. Com o mando no primeiro turno, a equipe alvinegra saiu com a vitória por 3 a 0. Agora Maicon espera contar com o apoio dos torcedores para devolver o resultado e ganhar fôlego no torneio.

"A gente trabalhou bem a semana para que pudéssemos estar bem preparados para o clássico. Vamos enfrentar uma equipe bastante qualificada, que está na ponta da tabela. A gente não está em um momento bom para cobrar o apoio da torcida, mas espero que aquele que ama o clube possa comparecer. Espero que amanhã possamos dar uma resposta positiva. Vamos em busca dos três pontos para tentar ficar em uma situação mais confortável na tabela de classificação", disse.

Enquanto o Santos soma 51 pontos, no quarto lugar da tabela, o São Paulo tem 36 e é o 14º colocado, a nove rodadas do término da competição. Primeiro time na zona de rebaixamento, o Internacional tem 33 pontos.