Leco diz que nunca pensou em demitir Ricardo Gomes

Informações davam conta que o comandante deixaria o clube em caso de derrota para São Paulo

por Agência Estado

São Paulo, SP, 18 - O presidente do São Paulo, Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, aproveitou a vitória do time sobre o Fluminense por 2 a 1 para enaltecer o trabalho do técnico Ricardo Gomes, que estava pressionado para ter um resultado positivo e conseguiu. Apesar do pedido de parte dos torcedores, o dirigente garantiu que nunca pensou na demissão do comandante.

"Certamente ele já estava mantido, independentemente do resultado. Com a vitória, ele se mantém de uma forma muito feliz para nós. Isso é muito bom, importante, vi a luta e a perseverança de como dirigiu o time, e tudo isso é muito positivo", explicou Leco, elogiando a atitude de Rodrigo Caio de abraçar o treinador na hora do gol. "É o reconhecimento, é o lado humano, que é fundamental. O Ricardo é uma pessoa maravilhosa que merece todo nosso carinho e respeito."

O presidente Leco garantiu que nunca pensou em mudar de treinador
O presidente Leco garantiu que nunca pensou em mudar de treinador
Leco reconhece que, em um grande clube, é natural que o técnico seja bastante visado quando os resultados positivos demorar a aparecer. "Pressão quando os resultados não vêm é normal. Tivemos outras boas partidas, mas infelizmente não conseguimos colher o resultado. Agora veio. Em nenhum momento passou pela minha cabeça sacrificar o Ricardo ou tecer crítica porque sei da competência dele", explicou.

O dirigente garante que o time vai diminuir o preço dos ingressos para o duelo de sábado, no Morumbi, contra a Ponte Preta, e espera que a torcida compareça em massa para apoiar os jogadores. "Esperamos uma grande arrecadação. Estar na zona de rebaixamento é uma coisa que não passa na cabeça, como não passava. Chegamos perto, mas sabíamos que tínhamos condições de reagir. Falta ainda fazer mais", avisou.