Após desastre aéreo, São Bento presta solidariedade a Chapecoense

Presidente do clube, Fernando Martins da Costa Neto espera que Deus conforte a família de todos os envolvidos

por Rivail Oliveira

Sorocaba, SP, 29 (AFI) - O Esporte Clube São Bento se manifestou nesta manhã triste de terça-feira, e prestou solidariedade ao jogadores, dirigentes e torcedores da Chapecoense, face ao terrível desastre aéreo ocorrido nesta madrugada na Colômbia, próximo a Medelin e que vitimou boa parte dos 81 tripulantes que estavam à bordo do voo que levava o time catarinense para a final da Copa Sul Americana neste meio de semana;

Confira na íntegra a nota enviada pelo clube de Sorocaba:
"Na manhã desta terça-feira (29), o Brasil acordou com a triste notícia do acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense que estava a caminho de Medellín, na Colômbia, onde faria, nesta quarta-feira, a primeira partida da final da Copa Sul-Americana 2016 contra o Atlético Nacional, equipe da cidade. Segundo autoridades locais, apenas os goleiros Danilo e Follmann, e o lateral Alan Ruschel estão entre os sobreviventes. O Esporte Clube São Bento se solidariza com o trágico acidente de avião, e deseja que Deus conforte a família de todos nesse momento tão difícil”, lamenta Fernando Martins da Costa Neto, presidente do Esporte Clube São Bento.

São Bento presta solidariedade a Chapecoense (Arte: Jesus Vicente / São Bento)
São Bento presta solidariedade a Chapecoense (Arte: Jesus Vicente / São Bento)

Para seu vice, Márcio Rogério Dias, o País está de luto.

“É muito triste acordar com uma notícia como esta. O futebol e o Brasil estão de luto nesse momento. A família Esporte Clube São Bento se solidariza com toda a equipe da Chapecoense, assim como seus familiares e demais passageiros do voo e tripulantes”.

SEMELHANÇAS
A Chapecoense e o São Bento têm muito em comum. Os dois clubes passaram por momentos financeiros difíceis e quase fecharam suas portas, quando diretores competentes e comprometidos com o trabalho, resgataram suas histórias e os levaram a ser, novamente, queridos e amados por suas cidades.

"A história da Chapecoense é marcada por uma gestão séria e responsável. Qualidades que permitiram ao clube dar a volta por cima e integrar a elite do futebol brasileiro. Admiramos essa postura que é a mesma que tentamos imprimir à frente da direção do São Bento”, conclui Márcio. Esse triste episódio jamais será esquecido, mas não ofuscará a brilhante trajetória desse clube que conquistou a simpatia de todos os brasileiros.

TRISTE!
Em tom de tristeza, Giovanni Coutinho comentou a perda do roupeiro Cocada, integrante da delegação do clube catarinense com quem trabalhou no Votoraty. Ele lembrou também que um dos zagueiros da Chape havia assinado um pré-contrato com o São Bento, em 2015.

" Um dia muito triste para todos que vivem o futebol. O zagueiro Filipe Machado era um dos zagueiros do Macaé que tinha assinado pré-contrato com o São Bento em 2015. O roupeiro Cocada que também estava no voo trabalhou comigo no Votoraty", disse.