Dorival Júnior volta a culpar arbitragem ao lamentar empate sofrido pelo Santos

O gol irregular de Manoel foi assunto recorrente de Dorival Júnior na entrevista

por Agência Estado

Santos, SP, 20 - Dorival Júnior atribuiu à arbitragem a saída na prática do Santos da briga pelo título brasileiro. A reclamação é pela validação do segundo gol do Cruzeiro no empate por 2 a 2, marcado em impedimento pelo zagueiro Manoel, que, para o treinador, pode ter tirado de seu time a "possibilidade real de título".

O gol irregular neste domingo foi assunto recorrente de Dorival na entrevista concedida depois da partida no Mineirão.

"Foi um grande jogo, com duelo tático, briga intensa, dois times que valorizaram jogar futebol. Lamentamos porque mais uma vez nos afastamos por conta de uma condição extra. E um erro como esse acaba tirando possibilidade real de conquista de título", criticou.

O técnico afirmou que em vários momentos do campeonato o Santos foi prejudicado por erros de arbitragem que impediram o time de brigar com o Palmeiras.

"Mas vamos continuar e brigar até o último momento. Se o Palmeiras confirmar o título, ótimo, merecido. Do contrário, estaremos aí."

Santos vencia o Cruzeiro até os últimos minutos, mas sofreu o empate em gol irregular de Manoel
Santos vencia o Cruzeiro até os últimos minutos, mas sofreu o empate em gol irregular de Manoel
O volante Renato, por sua vez, jogou a toalha. Ele admitiu que o 2 a 2 em Minas tirou o time da briga pelo título brasileiro, pois os seis pontos de desvantagem para o Palmeiras (68 a 74) tornam as chances meramente matemáticas.

"Se não formos campeões, temos de buscar a melhor classificação. Temos de fazer um bom jogo (domingo, contra o Flamengo)", disse um desconsolado Renato logo depois do final do jogo no Mineirão. "Infelizmente, não conseguimos seguir na briga pelo título com uma vitória hoje (domingo)."

Autor dos dois gols santistas no Mineirão, o atacante Ricardo Oliveira também criticou o comportamento da equipe.

"Com um jogador a mais, temos de ser inteligentes. Ficar com a bola, fazer o goleiro jogar e encontrar espaços", afirmou.