Paulista Sub 17: "É um jogo chave" analisa Aarão Alves, sobre clássico Sansão

Duelo entre Santos e São Paulo vale a liderança do Grupo 18, treinador destaca o crescimento dos Meninos da Vila ao longo da competição

por Daniel Camargo

Santos, SP, 23 (AFI) – Vice-líder do Grupo 18 do Campeonato Paulista Sub-17, o Santos terá pela frente um tradicional adversário na manhã deste sábado, o São Paulo.O confronto será válido pela terceira rodada, da terceira fase da competição. A partida está marcada para as 11h, no CT Laudo Natel, em Cotia. O clássico deve ser pegado, uma vez que vale a liderança.

Sobre o duelo ‘Sansão’, o técnico dos Meninos da Vila pondera que até um empate é um bom resultado, uma vez que o time jogará fora de casa. Entretanto, ressalta que a equipe vai em busca dos três pontos.

Aarão Alves destaca importância do clássico com o São Paulo (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)
Aarão Alves destaca importância do clássico com o São Paulo (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

“ É um jogo chave nessa fase, pois é uma partida que vale liderança. Serão dois jogos contra o São Paulo e fora de casa é importantíssimo pontuar. Lógico que vamos buscar a vitória, mas trazer um ponto na bagagem será muito bom, pois não nos distanciaremos deles e depois vamos decidir em casa. O São Paulo tem um time bom, estaremos com força máxima e o campo deles permite um futebol bem jogado. Tem tudo para ser um excelente jogo”, disse o técnico em entrevista ao Portal Futebol Interior.

CRESCENDO NO MOMENTO CERTO!
Aarão Alves aponta a evolução que a equipe vem tendo ao longo da competição e reforça que, o Santos privilegia o talento, ao invés de força física.

“O sub-17 é uma categoria diferente. Há um degrau muito grande do sub-15 para o sub-17, mas do sub-17 para o sub-20 não há tanta diferença. Então às vezes pegamos alguns garotos com muita dificuldade, seja ela de força ou técnica. Chegam muitos garotos que ainda não estão maturados para a categoria, ainda mais aqui no Santos, onde não dá prioridade para garotos mais maturados e sim para o potencial que eles apresentam. Mas é no segundo semestre que conseguimos nivelar todo o elenco, então nesta parte do ano, o time começa a crescer”, encerra.