'Senhor Waldemar' é o novo técnico do River-PI

O diretor de futebol Roberth Ibiapina confirmou a contratação e diz que é o ponta pé inicial para o que o clube planeja para 2017

por Agência Futebol Interior

Teresina, PI, 28 (AFI) - O River Atlético Clube anunciou oficialmente na manhã desta segunda-feira (28/11) o nome de Waldemar Lemos para o comando do time na temporada de 2017.

Com 62 anos, Waldemar tem experiência em diversos clubes do Brasil e inclusive como treinador das categorias de base da seleção brasileira com títulos nos Campeonatos Sul-Americanos Sub-17 e Sub-20.

O diretor de futebol Roberth Ibiapina confirmou a contratação e diz que é o ponta pé inicial para o que o clube planeja para 2017: “Acertamos com Waldemar Lemos para ser o nosso treinador. É um profissional que conhece a realidade da nossa região, que vai saber montar um time competitivo dentro das nossas possibilidades”, afirmou Roberth.

Recentemente, o treinador foi vice-campeão goiano com o Anápolis, levando o time à Série D do Campeonato Brasileiro pela primeira vez e também treino o Clube do Remo, onde ficou na quarta colocação no Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro.

Waldemar Lemos é o novo técnico do River. (Foto: Divulgação / River AC)
Waldemar Lemos é o novo técnico do River. (Foto: Divulgação / River AC)

HISTÓRICO
Waldemar Lemos faz parte de uma tradicional família do futebol Brasileiro, seu irmão, Oswaldo de Olivera, é um dos mais vitoriosos técnicos do país. O comandante começou seu trabalho na profissão em 1986, no Mesquita, no Campeonato Carioca daquele ano.

Logo em sua segunda experiência, o técnico encarou a missão de comandar a seleção Brasileira nas categorias de base, onde ficou por alguns anos. Waldemar treinou outras equipes menores do futebol carioca, até chegar ao fluminense onde trabalhou no time B.

Um dos pontos altos de sua carreira foi no gigante Flamengo, em 2003. Chegando para substituir seu irmão no comando da equipe, Waldemar chegou contestado no Clube e com uma pressão muito forte, em um péssimo momento dos cariocas. No dia em que foi anunciado, os torcedores já pediam sua cabeça com gritos de 'fora Waldemar!'.

Mesmo com a desconfiança, Waldemar realizou um excelente trabalho tirando os rubro negros do risco de rebaixamento e levando até a oitava posição no Campeonato Brasileiro, a melhor desde 97.

Waldemar ainda teve outra boa passagem pelo Flamengo no ano de 2006, onde comandou a equipe durante toda a campanha até a final do Copa do Brasil, vencida pelos rubro negros sob o comando de Ney Franco na decisão.O carioca ainda teve passagens por outros clubes de expressão no país, como Náutico e Sport, além do futebol asiático.