Série C: Yuri "culpa" extra-campo por campanha campanha irregular do Remo

O elenco remista conviveu com saídas e chegadas de jogadores, mudanças de treinadores e atrasos salariais

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 15 (AFI) - Dono de um dos elencos mais qualificados do Campeonato Brasileiro da Série C, o Remo chega na última rodada não dependendo apenas de suas próprias forças para conquistar o acesso porque encontrou dificuldades para manter uma sequências de bons resultados. Para o volante Yuri, isso se deve aos problemas que o clube passou fora de campo.

"O Remo teve vários presidentes em um ano e meo. Se o Remo não consegue ser estável fora de campo, imagina como vai ser dentro de campo. Tivemos várias contratações, trocamos várias vezes de treinadores... E a gente sabe que os bastidores mandam no futebol", afirmou o jogador remista.

Muitos problemas fora de campo atrapalharam os jogadores do Remo na Série C
Muitos problemas fora de campo atrapalharam os jogadores do Remo na Série C
Além dos problemas citados por Yuri, o elenco do Leão do Norte teve que conviver também com os atrasos salariais. Ao entregar o cargo em junho, Marcelo Veiga revelou que o os jogadores não recebiam há quase três meses e a diretoria procurou adotar medidas para colocar as contas em dia.

Devido a campanha irregular durante toda competição, o Remo ocupa apenas a quinta colocação do Grupo A e não depende apenas de si para se classificar às quartas de final. Na última rodada, o Leão precisa ganhar do América-RN e torcer por um tropeço do ASA diante do ABC.