Copa Paulista: Técnico do Red Bull descarta favoritismo: ‘todos começam do zero'

Classificado como primeiro do grupo, time comandado por Maurício Barbieri estreia na segunda fase da competição nesse sábado

por Federação Paulista (FPF) - São Paulo

Campinas, SP, 23 (AFI) - Brigando desde o início da Copa Paulista pela primeira colocação do Grupo 3, o Red Bull Brasil conseguiu assumir a liderança na última rodada da primeira fase e se classificou como primeiro da chave. Agora no Grupo 7 da competição, junto com Votuporanguense, Comercial e Nacional, o time de Campinas quer manter o bom momento que vem vivendo.

Contudo, mesmo aparecendo com a melhor campanha da chave, o técnico Maurício Barbieri afastou o favoritismo de seus comandados. O treinador acredita que por se tratar de uma nova fase, todos os times começam em pé de igualdade.

“Acredito que não somos favoritos. É uma segunda fase, em que todos começam do zero, então não tem ninguém com vantagem. Nós teremos que ter consciência disso para continuar nessa sequência boa que atravessamos”, afirmou o comandante.

Maurício Barbieri aposta em equilíbrio no torneio (Foto: Divulgação/ Red Bull Brasil)
Maurício Barbieri aposta em equilíbrio no torneio (Foto: Divulgação/ Red Bull Brasil)
Buscando manter essa boa fase, Maurício Barbieri elogiou a postura de sua equipe durante a primeira etapa do torneio. O treinador destacou o crescimento e maturidade de seus comandados durante a competição.

“Gostei bastante da evolução da equipe durante o torneio. Fiquei feliz que por ser uma equipe nova, montada para a disputa da competição, normalmente iríamos oscilar, mas não foi o nosso caso. Tivemos uma boa consistência e encaramos todos os desafios com maturidade”, elogiou o técnico.

PRIMEIRO TESTE PARA A SEGUNDA FASE
Na estreia do time nessa parte da competição, o Red Bull Brasil encara nesse sábado o Nacional, fora de casa, no estádio Comendador Souza, às 15h. Apesar de se tratar do confronto do time que se classificou em primeiro contra o clube que passou na quarta colocação, o treinador do Red Bull destacou qualquer vantagem.

“Vai ser uma partida complicada e difícil. Independentemente da campanha que eles tiveram na primeira fase, essa é uma nova competição e onde todos começam iguais. Temos que ter os pés no chão e consciência de que temos que ter humildade para vencer”, analisou Barbieri.

Devido as regras do clube, o treinador não revelou a escalação para o jogo diante do Nacional em São Paulo. De qualquer forma, o comandante deu indícios durante os treinamentos da semana que não deve fazer mudanças, já que ele não tem desfalque e tem todo dia a sua disposição. O grande marco dessa partida será que o meia William Magrão completa 30 jogos com a camisa do Torão.

Até por conta disso, o Toro Loko deve ir a campo com a seguinte formação: Saulo; Bruno Ferreira, Willian Magrão, Willian Rocha e Guilherme Lazaroni; Pedro Naressi, Milton Júnior e Branquinho; Wellington Rato, Erik e Bruno Alves.