Melhor do mundo, Cristiano Ronaldo celebra prêmio: 'Tinha certeza que venceria'

Nesta segunda-feira, em cerimônia realizada em Zurique, o português do Real Madrid coroou um 2016 praticamente perfeito com o troféu

por Agência Estado

Campinas, SP, 09 - Pela quarta vez na carreira, Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa. Nesta segunda-feira, em cerimônia realizada em Zurique, o português do Real Madrid coroou um 2016 praticamente perfeito com o troféu e garantiu que já esperava ser novamente o escolhido.

"Não tinha dúvidas de que venceria. Alguns fizeram campanha contra mim, tanto no futebol como fora. Mas quando se merece, as pessoas reconhecem", declarou.

Melhor do mundo, Cristiano Ronaldo celebra prêmio: 'Tinha certeza que venceria' (Foto: Divulgação/Cristiano Ronaldo)
Melhor do mundo, Cristiano Ronaldo celebra prêmio: 'Tinha certeza que venceria' (Foto: Divulgação/Cristiano Ronaldo)
"O ano de 2016 foi o melhor da minha carreira. Foi um ano magnífico a nível pessoal e esportivo, e nunca esquecerei deste ano."

Em 2016, Cristiano Ronaldo conquistou alguns de seus principais títulos na carreira. Pela segunda vez, levou o Real Madrid ao título da Liga dos Campeões e, posteriormente, do Mundial de Clubes.

O auge, no entanto, aconteceu em julho, quando conduziu Portugal ao primeiro título da Eurocopa de sua história.

Mesmo com tantas conquistas e prêmios individuais, Cristiano Ronaldo garante ter motivação para seguir atuando em alto nível.

"O que falta ganhar? Não há muito. Mas meu objetivo é continuar no mesmo nível, demonstrar meu nível de sacrifício. Espero continuar assim por muitos anos. Estou motivado, me sinto jovem e temos que pensar que no futebol tudo é possível."

Para repetir 2008, 2013 e 2014 e ser novamente o melhor do mundo da Fifa, Cristiano Ronaldo contou com 34,5% dos votos, deixando para trás seu principal concorrente, Lionel Messi, que recebeu 26,42%, e o terceiro lugar, Antoine Griezmann, do Atlético de Madrid, que teve 7,53%.

Por conta do fim da parceria entre a entidade e a revista France Football, que organizavam o Prêmio Bola de Ouro da Fifa até o ano passado, o troféu recebido por Ronaldo este ano é diferente dos três anteriores.

"É um troféu muito bonito e muito pesado. É a primeira vez que é entregue e é muito especial ser o primeiro a recebê-lo", celebrou o português.