Espanhol: Após insultos da torcida do Sevilla, Real sai em defesa de zagueiro artilheiro

Ao marcar na partida, Sérgio Ramos foi alvo de objetos lançados no campo, além de ter sido ofendido durante a partida

por Agência Estado

Campinas, SP, 14 - O zagueiro Sergio Ramos foi o principal personagem do empate por 3 a 3 do Real Madrid com o Sevilla na última quinta-feira, em confronto que classificou o time da capital para a próxima fase da Copa do Rei. Bastante ofendido pela torcida adversária, o jogador respondeu com provocação ao marcar um gol de pênalti. A polêmica ganhou espaço na Espanha, e neste sábado o Real saiu em defesa de seu atleta.

"O Real Madrid quer expressar seu apoio total e absoluto ao nosso capitão, e da seleção espanhola, Sergio Ramos, cujo comportamento é e tem sido exemplar durante toda sua trajetória esportiva e o levou a ser referência de valores para todos os torcedores do futebol e do esporte em geral", escreveu o clube em nota.

Sérgio Ramos foi formado nas categorias de base do Sevilla
Sérgio Ramos foi formado nas categorias de base do Sevilla
QUE FEIO...
Formado no Sevilla, Sergio Ramos deixou o clube para defender o Real em 2005. No confronto de quinta, ouviu torcedores proferindo ofensas a ele e à sua mãe durante boa parte da partida, além de ter sido alvo de lançamento de objetos.

Ao comemorar seu gol, o segundo do clube madrilenho, provocou a torcida rival, o que fez com que o clube sevilhano pedisse uma punição ao jogador.

"O Real Madrid é inflexível na hora de aplicar com absoluta firmeza a tolerância zero contra os violentos, sendo contundente no rechaço de quem, com sua conduta, fere gravemente a imagem que deve projetar o futebol. Este esporte deve ser um ponto de encontro e união, e não um lugar para insulto, lançamento de objetos e qualquer manifestação de violência", argumentou o Real.