Sem renovação de laudo, Portuguesa tem Canindé interditado pela FPF

O clube está proibida de realizar qualquer evento esportivo profissional organizado pela entidade

por Agência Estado

São Paulo, SP, 22 (AFI) - A Federação Paulista de Futebol interditou o estádio do Canindé por causa da não renovação do laudo de Condições Sanitárias e de Higiene. O documento da entidade foi assinado pelo vice-presidente do Departamento de Infraestrutura de Estádios, Isidro Suita Martines.

De acordo com o documento, enviado ao clube na segunda-feira, a Portuguesa está proibida de realizar qualquer evento esportivo profissional com venda de ingressos organizado pela Federação Paulista de Futebol.

Sem laudo, Canindé foi interditado pela FPF.
Sem laudo, Canindé foi interditado pela FPF.

Ao ser notificado, o clube agora busca renovar o laudo para liberar o estádio para atuar na Série A-2 do Campeonato Paulista, já que os outros laudos são válidos até 2017.

Segundo apurou o Estado de S. Paulo, o Canindé não foi vistoriado recentemente e foi interditado apenas pela ausência de renovação do laudo.

A interdição também acontece poucos dias depois de alguns torcedores organizarem um mutirão para limpar das dependências do Canindé. A ação aconteceu no dia 12 de novembro. Depois, no dia 19, alguns torcedores foram novamente ao local para terminar de recolher o lixo.