Série C: Portuguesa tenta apagar dados negativos para se manter na divisão

Neste domingo, a Lusa entra em campo precisando ganhar do Tombense e torcer por uma derrota do Macaé

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 16 (AFI) - A Portuguesa chegou à última rodada da Série C do Brasileiro na vice-lanterna do Grupo B, com 14 pontos e chances enormes de ser rebaixada para a Série D. Para tentar se livrar do pior vexame de sua história, o time precisa torcer contra o Macaé – oitavo colocado, com 15, e que recebe o Botafogo – e vencer o Tombense, na casa do adversário. O técnico Márcio Ribeiro se concentra apenas na vitória do seu time.

“Importante é a gente focar na vitória sobre a Tombense. Precisamos primeiro fazer a nossa parte. Depois vamos torcedor contra o Macaé que tem uma pedreira pela frente, o Botafogo em busca de vaga na segunda fase”, explicou.

Mas o retrospecto como visitante não é favorável para a Portuguesa. Em oito jogos fora de casa, ela perdeu seis vezes, empatou uma e venceu uma. A única vitória foi diante do Juventude, na estreia do técnico Jorginho, que foi demitido para dar lugar a Márcio Ribeiro. Entre as derrotas como visitante, uma delas foi essencial para deixar o time na delicada situação: a derrota por 2 a 1 para o Guaratinguetá, em Limeira.

Portuguesa tem última chance para tentar se livrar do rebaixamento. (Foto: Divulgação)
Portuguesa tem última chance para tentar se livrar do rebaixamento. (Foto: Divulgação)
Todos os times que enfrentaram o time do Vale do Paraíba, com exceção da Portuguesa, conquistaram pontos. O Guará foi o primeiro rebaixado e em 17 jogos empatou um e perdeu todos os outros. Os pontos não conquistados na ocasião vão fazer falta, mas Márcio Ribeiro prefere não tocar no passado. “Tudo que aconteceu até agora é irrelevante. O que conta agora é o Macaé perder e a gente ganhar. Só isso. Não adianta olhar para trás”, disse.

Para o jogo contra o Tombense, o técnico não vai contar com o lateral esquerdo Denner e o zagueiro Marcelo. Ambos vão cumprir suspensão por terem sido advertidos pelo terceiro cartão amarelo. Em compensação, o zagueiro Mateus retorna após suspensão. Se quiser manter a formação com três zagueiro, o treinador deve improvisar o volante Alê na defesa, ao lado de Mateus e Augusto

A Portuguesa deve ir campo com Pegorari; Alê, Augusto e Mateus; Cesinha, Caíque, Ronaldo, Michel e Bruno Xavier, Nunes (Bruno Mineiro) e João Henrique.