Possibilidade de fazer história motiva elenco da Ponte para última rodada

A Macaca pode quebrar o recorde de pontos desde que o Brasileirão passou a ser disputado em pontos corridos e com 20 clubes

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 28 (AFI) - O empate arrancado de forma heroica no último sábado com o Botafogo, por 1 a 1, no Rio de Janeiro, deixou a Ponte Preta muito próxima de quebrar o recorde de pontos no Campeonato Brasileiro, desde que a competição passou a ser disputada em pontos corridos e com 20 clubes. O feito pode ser alcançado no próximo domingo, quando os campineiros recebem o Coritiba, no Moisés Lucarelli, pela última rodada.

Na décima colocação, com 50 pontos, a Ponte precisa da vitória para ultrapassar a marca do ano passado, quando somou 51. De quebra, um resultado positivo classifica o time para a Copa Sul-Americana de 2017. Em caso de tropeço, precisa torcer por tropeços de São Paulo, Fluminense e Cruzeiro.

O técnico Eduardo Baptista não escondeu a satisfação com a campanha realizada pela Ponte Preta
O técnico Eduardo Baptista não escondeu a satisfação com a campanha realizada pela Ponte Preta
"Estamos há dois pontos de fazer história, alcançando a maior pontuação do clube em pontos corridos. É uma marca importante, para uma equipe que tem um investimento pequeno, uma folha de pagamento baixa e luta contra gigantes dentro Brasileiro", comentou o técnico Eduardo Baptista.

Para a despedida na temporada, o treinador da Macaca não vai poder contar com o volante João Vitor e o atacante Clayson. O primeiro recebeu o terceiro amarelo contra o Botafogo, enquanto o atacante foi expulso. Por outro lado, o experiente Wendel volta após cumprir suspensão automática.