Vanderlei e Carnielli 'invadem' treino da Ponte e falam sobre 'bicho'

A presença dos dirigentes levantou uma possibilidade de ‘bicho’ pela Libertadores

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) – O treino da Ponte Preta nesta terça-feira contou com duas presenças ilustres no CT do Jardim Eulina. O presidente eleito, Vanderlei Pereira, participou do trabalho ao lado de Sérgio Carnielli, presidente de honra. Os dois assistiram os comandados de Eduardo Baptista e depois concederam entrevista coletiva à imprensa. Na quinta-feira, a Macaca enfrenta o Vitória no estádio Moisés Lucarelli, às 19h30, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A presença dos dirigentes levantou uma possibilidade de ‘bicho’ pela Libertadores, nova meta da torcida pontepretana, mas vista com cautela pela Comissão Técnica. O próprio Eduardo Baptista já conversou com o Portal Futebol Interior na última semana e revelou que o objetivo do clube ainda é alcançar os 46 pontos, números que afastam o temido rebaixamento.
Sérgio Carnielli é presidente de honra da Ponte Preta
Sérgio Carnielli é presidente de honra da Ponte Preta

“O bicho está sendo pago em dia, a premiação está sendo paga em dia, o salário está sendo pago antecipado, adiantado. Estamos fazendo uma administração maravilhosa, ta tudo em ordem aqui. Não é o aumento de bicho que vai ganhar jogo. Eu acho que o que ganha jogo é jogar bem. Dinheiro nem sempre provoca alguma coisa a mais”, comentou Vanderlei Pereira.

Na 10ª posição com 39 pontos, a Ponte vem de três derrotas consecutivas na competição, para Atlético-PR, Atlético-MG e Cruzeiro. “Acho que o elenco da Ponte é um elenco maduro. É elenco que entende muito bem o que é futebol. Acho que o bicho pode ajudar em um jogo, apenas em um jogo. Talvez até melhore. Mas não quer dizer que ganha jogo”, completou o presidente.

Vanderlei Pereira é o atual presidente da Ponte Preta
Vanderlei Pereira é o atual presidente da Ponte Preta

E Vanderlei Pereira foi enfático sobre a atuação do elenco: “na verdade a Ponte Preta fez uma péssima partida no último sábado, não foi bem, mas a gente tem que entender que ela tem time pra melhorar muito e vai jogar muito mais do que jogou contra o Cruzeiro. Não é hora de apavorar nem nada. Tem que trabalhar duro agora pra tentar fazer os pontos necessários que precisamos. Nossa presença aqui é só pra dar apoio pra Comissão Técnica, para os jogadores, mas sem papo, não conversamos com ninguém, nada”.