Ponte Preta consegue efeito suspensivo para William Pottker enfrentar o Santa Cruz

Mesmo assim, ele vai ter que cumprir mais três jogos de suspensão dentro do Brasileirão

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) – Uma vitória no campo jurídico. O departamento jurídico da Ponte Preta confirmou no final da tarde que conseguiu o efeito suspensivo para o atacante William Pottker que poderá estar à disposição do técnico Eduardo Baptista para o jogo contra o Santa Cruz, domingo, às 18h30, no estádio Moisés Lucarelli, pela 31.ª rodada. No momento Pottker vive uma situação paradoxal no elenco: é reserva, mas artilheiro do time no Campeonato Brasileiro com 10 gols.

Pottker foi suspenso por quatro jogos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportivo (STJD) na quinta-feira no Rio de Janeiro. Ele respondeu por agressão ao zagueiro Luan, do Atlético-PR, em jogo disputado na Arena da Baixada.

RECURSO SERÁ JULGADO
O atacante já cumpriu um jogo, portanto, terá que ficar fora do time por mais três. Como a diretoria e a comissão técnica consideram este jogo diante do time baiano fundamental para a campanha, houve o esforço jurídico.

Mesmo estando punido, Pottker pode participar do banco de reservas diante do Vitória. Até entrou no segundo tempo, mas desta vez não balançou as redes. Ele poderá atuar até que seja julgado o recurso impetrado pelo clube no STJD. Isso vai acontecer dentro de 15 a 20 dias, segundo Giuliano Guerreiro, diretor jurídico da Macaca.

Wendel aproveitou bobeira da defesa e fez o segundo gol contra o Vitória
Wendel aproveitou bobeira da defesa e fez o segundo gol contra o Vitória

MAIS UMA VITÓRIA
A expectativa geral pelos lados do Majestoso é conseguir outra vitória para atingir os 45 pontos, que deve ser suficiente para a manutenção do time na elite nacional na próxima temporada. Na quinta-feira à noite, em casa, a Ponte ganhou do Vitória por 2 a 0, e manteve a décima posição, com 42 pontos.

Outra opção importante é a volta do meia Thiago Galhardo, que cumpriu suspensão automática. A baixa vai ser o zagueiro Fábio Ferreira, que levou o terceiro cartão amarelo, e vai cumprir a automática. Douglas Grolli e Kadu são as alternativas. O elenco voltou aos treinos nesta tarde e vai ainda treinar sexta-feira e sábado pela manhã.

Exceto esta dúvida, a Ponte Preta deve ser escalada desta forma: Aranha; Nino paraíba, Antônio Carlos, Douglas Grolli (Kadu) e Reinaldo; João Vitor, Wendel e Maycon; Rhayner, Roger e Clayson.