"Freguês" da Ponte Preta, Santa Cruz tem mudanças para domingo

Em 14 jogos na história entre os dois times, o Tricolor tem uma vitória contra sete da Macaca

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 14 (AFI) - Com um pé na Série B do Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz vai precisar passar por cima de um adversário bastante indigesto para não se complicar ainda mais. No domingo, o Tricolor vai até Campinas enfrentar a Ponte Preta, de quem é freguês. O confronto, válido pela 31ª rodada, está marcado para as 18h30, no Estádio Moisés Lucarelli.

Ao longo de toda a história, os dois times se enfrentaram 14 vezes e o Santa Cruz tem apenas uma vitória - 2 a 1, no Arruda, na Série B de 2014 - contra sete da Macaca, além de seis empates. O Tricolor ainda tem um tabu para quebrar neste domingo: o de jamais ter vencido os campineiros em partidas válidas pela elite do Brasileirão - quatro empates e seis derrotas.

No primeiro turno, a Ponte Preta aplicou 3 a 0 no Santa Cruz em pleno Arruda
No primeiro turno, a Ponte Preta aplicou 3 a 0 no Santa Cruz em pleno Arruda
Para acabar com esse tabu, o Santa Cruz ganhou um desfalque de última hora. No treinamento desta sexta-feira, o goleiro Edson Kölln sofreu uma lesão nas costas e foi praticamente descartado pelo técnico Doriva, que vai promover a entrada do experiente Tiago Cardoso.

"O Edson, infelizmente, sofreu uma contusão nas costas. Quando ele trava as costas, geralmente fica alguns dias sem treinar. Então, acredito que vai ser muito difícil ele participar desse jogo. A gente também está tentando viabilizar a vinda de um outro goleiro para não ficarmos sem ninguém no banco de reservas", disse Doriva.

A outra mudança que o treinador vai realizar em relação aos 11 titulares que iniciaram a partida contra o Corinthians na última quarta-feira é na lateral-esquerda. Allan Vieira volta após cumprir suspensão automática e Roberto fique novamente como opção no banco de reservas. Já o volante Derley - lesão no tornozelo - e o meia Matías Pisano - caxumba - segue vetados.

Assim, o Santa vai em busca de sua primeira vitória sobre a Macaca na elite com a seguinte formação: Tiago Cardoso; Léo Moura, Neris, Danny Morais e Allan Vieira; Uillian Correia, Jadson e João Paulo, Keno e Arthur; Grafite.