Ponte tem três desfalques para 'decisão' com o Atlético-MG na Copa do Brasil

Ciente da importância do jogo, o torcedor promete lotar as arquibancadas

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) – Com um pé nas quartas de final da Copa do Brasil, a Ponte Preta não terá vida fácil nesta quarta-feira. Isso porque o técnico Eduardo Baptista tem três desfalques certos em relação ao time que empatou com a Chapecoense por 2 a 2 no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Como acabou 1 a 1 o primeiro confronto das oitavas com o Atlético-MG, a Macaca joga por outra igualdade sem gols no estádio Moisés Lucarelli, a partir das 19h30.

Filas em frente a bilheteria do estádio Moisés Lucarelli na manhã desta terça-feira
Filas em frente a bilheteria do estádio Moisés Lucarelli na manhã desta terça-feira

“Contamos com apoio do torcedor pontepretano. Juntos nós somos mais fortes e se puderem aparecer no estádio e nos apoiar, tenho certeza que faremos história na quarta”, deixa o recado Roger.

Ciente da importância do jogo, o torcedor promete lotar as arquibancadas: o Majestoso já amanheceu nesta terça-feira com filas na bilheteria. A geral, no centro do gramado e de frente para as cabines de imprensa, mantém os preços populares com inteira R$ 40 e R$ 20. Já as cabeceiras custarão inteira R$ 80 e meia R$ 40 – mesmo valor para a torcida visitante.

“Todo mundo tem que estar de mão dada e esquecer esse primeiro semestre. O torcedor da Ponte ainda está receoso, mas as coisas estão caminhando muito bem aqui. É abraçar mesmo, fazer uma grande festa na quarta, lotar o Majestoso como antigamente. Eu vi muito aquele estádio lotado e é isso que espero ver”, completa o centroavante.

AS BAIXAS
Expulso no Mineirão, o zagueiro Douglas Grolli é o primeiro desfalque certo da Comissão Técnica. Ele recebeu o primeiro cartão amarelo aos 23 minutos do segundo tempo e acabou expulso nos acréscimos por colocar a mão na bola.

Treinando normalmente e esperando uma oportunidade, Antônio Carlos é o mais cotado para assumir a vaga, mas Tiago Alves também corre por fora.

Além dele, o volante Wendel e o atacante William Pottker não podem entrar em campo – o primeiro defendeu o Goiás e o segundo o Linense na mesma competição. Com isso, Baptista terá que quebrar a cabeça para escalar o time. Entregues ao Departamento Médico, Thiago Galhardo e Rhayner correm contra o tempo para suprir as saídas, mas ainda dependem de uma nova avaliação.

Roger chama o torcedor da Ponte Preta para o confronto com o Atlético-MG na Copa do Brasil
Roger chama o torcedor da Ponte Preta para o confronto com o Atlético-MG na Copa do Brasil

Outras opções para frente são Felipe Azevedo e Wellington Paulista, ao lado de Roger e Clayson, já confirmados. Fechando a lista de desfalques, o zagueiro Kadu segue recuperando um problema no pé e o atacante Zé Roberto, mais novo reforço da Ponte, já atuou pelo Bahia na Copa do Brasil e também não poderá entrar em campo.

Roger avalia com bons olhos o trabalho do sistema ofensivo do time e sua fase atual no clube.

“Estamos muito entrosados. Todos que estão ali na frente sabem sua importância, jogando ou não. Eu também sei a minha. Estou feliz pelo momento que eu vivo, pelo momento que a Ponte vive, acho que estamos prontos a fazer história. Sinto que estamos prontos a passar de fase na Copa do Brasil e brigar pela Libertadores no Brasileiro”, ressalta o atleta, que destaca o que pode ser o diferencial para o time conquistar a classificação.