Ponte Preta recebe mais alto nível de Certificado de Clube Formador

Confira ainda os resultados das equipes da base alvinegra no final de semana

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) - Falar da boa fase da Base da Ponte Preta ultimamente é chover no molhado: cinco jogadores no profissional, viagens e títulos internacionais, bons desempenhos nas competições brasileiras e convocações seguidas de atletas para as Seleções Brasileiras SUB15, 17 e 20. Pois não para por aí: a Ponte acaba de receber o Certificado de Clube Formador A, nível mais alto concedido pela CBF.

“Estamos extremamente satisfeitos com a obtenção deste selo, que é não só um reconhecimento ao trabalho do clube como também uma garantia dos direitos da Ponte em relação aos jogadores que formamos”, comemora Francisco Alvarenga, diretor das categorias de Base alvinegras. O documento confirma que a equipes é especializada na formação de jogadores de futebol .

O certificado A tem validade de dois anos, enquanto oB – que a Macaca tinha até então – dura um ano. Quem possui esse selo têm a garantia de que um atleta entre 14 e 16 anos só pode sair se o clube for indenizado, além de receber de porcentagens em futuras negociações. Hoje, menos de 40 clubes no País têm esse certificado no nível A.

Para obter esse reconhecimento, o clube tem de atender a uma série de exigências, como apresentar a relação dos técnicos e preparadores físicos, comprovar a participação em competições oficiais, detalhar os programas de treinamento e proporcionar assistência médica e educacional aos atletas. Apenas quem cumpre absolutamente todos os requisitos com excelência recebe o certificado categoria A.

Ponte Preta recebe mais alto nível de Certificado de Clube Formador
Ponte Preta recebe mais alto nível de Certificado de Clube Formador
Rodada do final de semana
Jogando em Limeira, casa do adversário, o SUB20 da Ponte Preta venceu por 1 a 0 o Independente, com golaço de Sávio aos 26 minutos. A partida foi válida pela 19ª rodada das 22 da primeira fase, sendo que os juniores alvinegros já se classificaram com antecedência para a próxima etapa.

A Macaca tem 45 pontos e não pode mais ser alcançada pelo quinto colocado, o Mogi Mirim (os quatro primeiros do grupo de 12 se classificam). Com o resultado, contudo, o SUB20 – atual segundo colocado da chave - ficou bem perto do líder Capivariano, que tem 47 pontos. O time volta a campo na tarde de 24 de setembro contra o Paulista de Jundiaí.

Já os SUBs15 e 17 não foram felizes na segunda rodada da terceira fase do Paulista das categorias. O Infantil perdeu de 4 a 1 para o Santos (o gol de honra pontepretano foi anotado por João Mendes, aos 26 da etapa complementar) e o Juvenil, de 2 a 1 para o líder Água Santa – marcou pela Macaca.

O SUB15 volta a jogar às 9 horas do dia 24 contra o Diadema e precisa vencer para manter viva as possibilidades de classificação – Ponte e Diadema ainda não pontuaram e Corinthians e Santos dividem a liderança com seis pontos. Já o SUB17 joga no mesmo dia 24, às 11 horas, contra a Portuguesa e também precisa conquistar os três pontos para se manter vivo – no grupo do Juvenil, porém, a tabela está mais embolada: a alvinegra não pontuou e todos os demais times têm três pontos, com uma vitória e uma derrota cada um.