Mirassol 0 x 0 Mogi Mirim - E nada de gol...

por Agência Futebol Interior

Mirassol, SP, 31 (AFI) - Uma partida sem gols e emoção nenhuma. Foi isso que Mirassol e Mogi Mirim propuseram aos torcedores que foram até o estádio José Mário Campos, em Mirassol, na noite desta quarta-feira. O placar de 0 a 0 foi muito justo pelo que os dois times demonstraram em campo.

Com o ponto ganho, o Leão chegou aos oito pontos e permanece na zona de classificação para a próxima fase. É agora o quarto colocado. O Sapão, que precisava da vitória, continua na zona do rebaixamento, porém deixou a lanterna para o Osvaldo Cruz. Subiu duas posições (ultrapassou também o Taubaté) e está na 18ª colocação.

Sem emoções
O placar já diz tudo. Dentro de campo, as duas equipes não conseguiram realizar boas jogadas de ataque e os dois goleiros pouco trabalharam durante todo o jogo. O Mirassol, jogando em casa, foi levemente superior, mas não tanto para merecer a vitória.

O destaque positivo da partida foi a arbitragem de Silvia Regina, tão criticada em seus últimos jogos. Dessa vez, a arbitra mostrou personalidade e comandou com pulsos firmes a partida.

Os treinadores bem que tentaram mexer com o brio dos jogadores. Berravam o tempo todo na beira do gramado pedindo vontade, movimentação e atenção. Porém, nem as constantes broncas serviram para acordar os atletas, que não conseguiram balançar as redes do estádio José Mário Campos.


Próximos jogos
Domingo, às 16 horas, os dois times voltam a campo. O Mogi Mirim recebe a Internacional, no estádio Papa João Paulo II, em Mogi Mirim. Já o Mirassol vai até Rio Preto enfrentar o Rio Preto, no estádio Anísio Haddad.

Ficha Técnica

Mirassol 0 x 0 Mogi Mirim
Local: Estádio José Mário Campos, em Mirassol-SP
Data: 31/01/2007
Árbitro: Silva Regina de Oliveira
Cartões Amarelos: Ailton, Peter (Mirassol); Rodrigo e Moreira (Mogi Mirim)

Mirassol
René; Julio César, Rodrigo Alemão e Edinho (Ailton); Henrique (Caio), Jairo, Jão Paulo, Xuxa e Fabinho; Jessé e Wesley (Peter).
Técnico: Valter Ferreira

Mogi Mirim
Alan; Wallace, Moreira e Leomar; Olívio, Luiz Henrique, Rodrigo (Diego), Robinho (Gil) e Marcos Vinicius; Preto (Edmilson) e Joel.
Técnico: Marcelo Mabília